O Sporting saiu do Bernabéu com uma derrota quando, a poucos minutos do fim, tudo parecia indicar que ia regressar à Liga dos Campeões com uma vitória frente ao campeão europeu e assim marcar uma página na história do clube.  Tudo mudou perto do fim.

“Leão” com personalidade

A primeira parte abriu como terminou: com o Sporting a surpreender, pela disponibilidade, pela postura e pelo atrevimento, diante de um Real aparentemente em ritmo de pré-temporada. Os leões atingiram o intervalo fazendo até mais remates enquadrados que os “blancos”: 1-2, com Gelson e Adrien, figuras em destaque, a serem também os autores dos disparos que testaram Casilla, que atingia o intervalo com… o melhor rating “merengue”. Sintomático (do que se seguiria).

Bruno César para a história…
…Ronaldo para a desilusão

Esperava-se um Real digno do título de campeão europeu no arranque do segundo tempo mas a expectativa… saiu gorada. Por demérito “blanco” ou (sobretudo) mérito leonino, o Sporting não só retomou o comando das operações como chegou ao golo aos 47′, por intermédio de Bruno César.

Loucura entre os “leões” que se deslocaram a Madrid, totalmente justificada: o Sporting jogava melhor e controlava as operações, perante um Real perdido. A 30 minutos do fim, o Sporting somava quatro remates enquadrados com a baliza “merengue”, contra apenas um de Ronaldo e companhia. À medida que os minutos avançavam, a tão desejada vitória parecia cada vez mais próxima, com Gelson e Bruno César (na frente), Adrien (no meio) e Coates (lá atrás) a liderarem o feito. Mas tudo mudaria.

Jesus (entretanto expulso) começou a mexer na equipa, primeiro aos 69′ (saiu o desequilibrador Gelson, entrou Markovic) e depois aos 72′, lançando Elias para o lugar de Adrien, esta porventura a alteração mais directamente ligada à perda do controlo leonino do jogo. O Sporting foi recuando, mas nem por isso o Real sufocava, algo que apenas sucedeu já perto do minuto 90 e durante os quatro fatídicos minutos que se seguiram.

Ronaldo empatou aos 89′ (de livre directo), já após enviar uma bola ao poste, e aos 94′ Morata virou a partida, de cabeça, deixando um gosto amargo na boca de um “leão” que jogou o suficiente para merecer outro destino e que, apesar do aperto final do campeão até terminou o jogo com… mais um remate enquadrado do que o adversário.

Coates e Ronaldo, mais alto

Dos vários ratings elevados nos “leões” acabou por sobressair Coates, 6.8, mesmo não tendo sido o jogador a liderar o GoalPoint Ratings durante boa parte da partida, perante as exibições afirmativas de homens como Gelson, Adrien e Bruno César.

No entanto, à medida que o jogo avançou, a qualidade do central foi sendo requisitada com cada vez mais frequência. O uruguaio acabou o jogo com três desarmes (dois deles como último homem entre o adversário e o guarda-redes), cinco intercepções e quatro duelos ganhos em oito.

Do outro lado apareceu Ronaldo, ainda que tardiamente, mas o suficiente para liderar com um rating de 7.0, muito por culpa do que fez nos instantes finais da partida: quatro remates, dois deles enquadrados, um convertido em golo num lance no qual o Bola de Ouro vinha fraquejando: um livre directo.

Outros números:

  • Casilla 6.6 – Até ao golo do empate estava a ser o melhor do Real. Fez três defesas e não falhou um único passe.
  • Adrien 6.6 – Enorme exibição do capitão. Criou duas das três oportunidades do Sporting e teve uma eficácia de passe de 87%.
  • Gelson 6.5 – Noite impressionante do miúdo. Das suas nove tentativas de drible concretizou sete, e ainda completou dois dos três cruzamentos que efectuou.
  • Bruno César 6.3 – Marcou o golo e foi o mais rematador do Sporting. Para além disso ainda sofreu quatro faltas.
  • Bryan Ruiz 4.2 – Só Casimiro (20) disputou mais duelos que ele (18), o problema é que desses 18 perdeu 14.
GoalPoint | Real Madrid vs Sporting | Champions League 16/17 | Ratings
Clique para ampliar

GoalPoint | Real Madrid vs Sporting | Champions League 16/17 | Sebastian Coates
Clique para ampliar

GoalPoint | Real Madrid vs Sporting | Champions League 16/17 | MVP
Clique para ampliar

GoalPoint | Real Madrid vs Sporting | Champions League 16/17 | 45m
Clique para ampliar
GoalPoint | Real Madrid vs Sporting | Champions League 16/17 | 90m
Clique para ampliar