Quando se deu o famigerado episódio da bancada rachada, Renan Ribeiro estava longe de pensar que acabaria esse jogo com um recorde europeu. O guarda-redes fazia a sua estreia na Liga NOS, e terminou essa primeira parte sem sofrer qualquer golo e com apenas duas defesas na sua conta.

O que se seguiu, 37 dias depois, foi uma descalabro para a equipa, que acabaria por perder a vantagem de um golo, mas Renan confirmou, nos 45 minutos jogados na passada quarta-feira, aquilo que tinha prometido nos jogos que decorreram pelo meio: ser um guarda-redes de excelência. Apesar de ter sofrido três golos, o brasileiro somou oito paradas às duas realizadas na primeira metade, chegando assim ao final do jogo com um total de dez defesas, todas a remates feitos dentro da sua área, algo que ainda não tinha acontecido esta época a nível europeu.

GoalPoint-Recordes-da-Europa-201718-Defesas-Dentro-Area
Clique para amplia

Renan ultrapassou por duas defesas o recorde que vigorava até à data de defesas a remates na área, e estabeleceu ainda um novo recorde da Liga NOS, desde que são recolhidos dados pela Opta (época 2014/15), batendo o registo conseguido por Marafona no Dragão, a temporada passada.

Renan Ribeiro tem agora 540 minutos jogados na Liga NOS, e uma média de 4,2 defesas a cada jogo, a mais alta do campeonato entre guarda-redes com pelo menos seis jogos realizados. A nível europeu, só Nícolas (Hellas Verona) e Eiji Kawashima (Metz) têm mais defesas por jogo do que Renan, mas ambos têm uma eficácia menor de remates enquadrados defendidos – 70% e 69%, respectivamente, contra 74% do ex-São Paulo.

De recordar que José Moreira, o titular dos estorilistas antes da chegada de Renan, já tinha sido destacado como um dos “reis” da Europa, neste caso pela frequência com que saia da baliza.