Num mês de futebol de clubes mais curto que o habitual, os nossos já populares prémios de treinador do mês reservaram algumas surpresas, sobretudo na Primeira Liga. Os dois primeiros classificadosdo mês de Novembro (nas respectivas Ligas) estavam respectivamente em 20º e 19º da classificação geral do mês passado, e mostram que por vezes cabe às direcções confiar no trabalho dos seus homens do leme, e dar-lhes tempo e a serenidade necessários ao ultrapassar dos momentos negativos.

LIGA NOS: A consagração dos professores

Três vitórias em três jogos, duas delas importantíssimas (em Guimarães e no derby madeirense) dão ao Professor Manuel Machado o troféu do mês de Novembro. A boa forma recente rendeu-lhe ainda uma subida de sete lugares no nosso ranking, e neste momento já é o melhor entre os treinadores dos três clubes da ilha.

RTG 2015/16 - Novembro 2015 - Liga NOS

Quem também subiu sete lugares foi Miguel Leal. O Moreirense disputou apenas dois jogos em Novembro, visto que já estava eliminado da Taça de Portugal, mas conseguiu bater duas das equipas sensação da época (Paços em casa e Rio Ave fora), perdendo o prémio para Manuel Machado por apenas quatro “pontinhos”.

A outra grande surpresa, mas facilmente explicável, é o 3º lugar de Rui Vitória. O “prof” benfiquista disputou cinco jogos no passado mês e, cingindo-nos às regras do betting que regem o RTG™, acabou por não perder nenhum deles visto que o derby de Alvalade para a Taça terminou num empate ao fim dos 90 minutos. No entanto, dados os bons resultados nos outros jogos, mesmo que fosse considerada a vitória do Sporting em Alvalade, Rui Vitória acabaria o mês com 291 pontos, o suficiente para assegurar na mesma um lugar no podium.

Pela negativa há que destacar Pedro Martins, o vencedor do RTG™ de Outubro . O jovem técnico, que ainda assim lidera a classificação geral, teve um mês desastroso e perdeu a larga margem com que liderava a tabela.

Curiosidade: Não fosse o tão falado penalty de Tonel, e Ricardo Sá Pinto teria ultrapassado Pedro Martins na liderança da tabela geral.

> PRÓXIMA PÁGINA: O PRIMEIRO “REPETENTE” E O “QUADRO DE HONRA” MENSAL