Saia da frente “xor” árbitro!

Empurrou, driblou e voltou a driblar… o árbitro. Foi este o trabalho que o dono do apito deu a Emerson, do Corinthians, até este sofrer uma falta.