D ificilmente alguém poderia imaginar melhor regresso de Mohamed Salah ao futebol inglês. Os seus méritos acabam de lhe valer o reconhecimento dos seus pares, com a eleição de Mohamed como Futebolista do Ano da Players Football Association (PFA) na época 2017/18, sucedendo assim a N’Golo Kanté, do Chelsea, vencedor de 2016/17.

Os números de Salah são incontornáveis: 31 golos em 33 aparições pelo Liverpool na Premier League, uma parte apenas do ainda mais impressionante registo que apresenta em todas as competições: 41 golos em 46 jogos disputados. E ainda irá discutir (esta semana) o acesso à final da Champions League.

GoalPoint-Mohamed_Salah_2017_vs_Kevin_De_Bruyne_2017-infog
Clique para ampliar

Curiosamente, o grande rival de Salah na eleição foi outro regressado a Inglaterra, o belga Kevin De Bruyne (voltou em 2015), provavelmente o principal “motor” do título já garantido pelo Manchester City. Para lá da brilhante época que ambos vão protagonizando e do já referido estatuto de regressados à Premier League, existem mais pontos a ligar estes dois “astros”, um deles com sotaque português. Ambos ingressaram no Chelsea aquando da sua primeira passagem pelo futebol inglês (o belga em 2012, o egípcio em 2014) e ambos falharam o objectivo de impressionar o mesmo treinador: José Mourinho.

Mo Salah, Mo Salah, Mo Salah running down the wing ☄️

Estamos na torcida pelo nosso Mohamed Salah no anúncio de hoje do prêmio de Jogador do Ano da PFA! 🙌

Publiée par Liverpool FC sur dimanche 22 avril 2018