Scouting: Guidetti, craque com futebol swahili

-

John Guidetti é um ponta-de-lança sueco de 23 anos, com cerca de 1,85m de altura. Apesar de pertencer ao Manchester City, encontra-se por empréstimo nos escoceses do Celtic, terminando a 31 de Maio o contrato que o liga aos ingleses. O nome do avançado nórdico surgiu nas últimas semanas associado por diversas vezes ao Sporting CP, apesar das eventuais exigências salariais do jogador poderem constituir um sério entrave à conclusão do negócio.

Guidetti nasceu na Suécia mas tem acumulou influências imprevistas dada a sua origem. Apesar de ter iniciado a prática futebolística no seu país natal, John viveu quatro anos no Quénia, país onde desenvolveu as suas qualidades, quer na relva das academias, quer descalço pelas ruas de Nairobi, onde ganhou estímulos importantes para a variedade de argumentos técnicos que apresenta.

FÍSICO DO NORTE, TÉCNICA DO SUL

Esta época, John disputou 35 jogos nas várias competições, com 15 golos marcados e ainda 12 assistências, um registo positivo tendo em conta o seu histórico clínico. O sueco pode jogar como avançado-centro (sozinho num sistema de 4x4x2) ou ainda como falso extremo, num dos corredores laterais.

Apesar de bastante alto e até algo pesado, Guidetti compensa tecnicamente as eventuais limitações morfológicas, oferecendo frequentes pormenores de qualidade tanto no drible e condução de bola como no remate. O avançado movimenta-se muito bem entre os defesas e consegue fugir à marcação de forma a receber a bola e criar superioridade numérica nas zonas que decide explorar.

Guidetti destaca-se também na marcação de livres, momento em que demonstra ser um especialista. Nas bolas paradas é ainda um jogador em ter em conta a nível do cabeceamento, sendo razoavelmente eficaz na disputa de duelos aéreos.


FORMA

Guidetti tem demonstrado um elevado potencial desde que foi contratado pelos ingleses do City, ainda assim vivendo alguns percalços que o impediram a sua afirmação. O sueco contraiu há duas épocas um vírus que lhe retirou a sensibilidade numa das pernas durante cerca de um ano. Foi também submetido uma cirurgia ao joelho que o deixou algum tempo fora dos relvados, um registo clínico já algo pesado para um jovem mas que também valoriza o “comeback” positivo que vai realizando na época em curso, ainda que no menos exigente futebol escocês. A sua melhor época sucedeu em 2011/12, marcando 20 golos em 23 encontros pelo Feyenoord, também por empréstimo dos “citizens“.

Caso consiga ultrapassar as suas limitações, Guidetti tem qualidade para jogar num clube grande europeu e afirmar-se na sua selecção. É um jogador de apenas 23 anos, tendo portanto mais cinco/seis anos até atingir o pleno das suas capacidades, tendo também em conta a posição específica que ocupa. Caso se confirme o interesse do Sporting na sua aquisição o sueco poderá ser bom reforço, dependendo o seu enquadramento também do futuro das actuais soluções leoninas para a frente de ataque (apesar de tudo Guidetti apresenta-se sobretudo como uma alternativa a jogadores como Montero e Tanaka, não tanto a Slimani).

Caso Guidetti assine pelos “leões” voltaremos ao sueco, numa análise mais aprofundada, tal como o fizemos no defeso 2014/15 relativamente às principais aquisições do futebol português.

Nome: John Guidetti
Clube: Celtic
Nacionalidade: Sueca
Nascimento: 1992-04-15 (23 anos)
Posição: Ponta-de-lança
Pé preferencial: Direito
Altura: 1,85m
Peso: 79 kg
Valor de mercado:3,5M-5M euros
Contrato até: 31/05/2015

Recomendação GoalPoint*: clube do segmento médio/alto.

 

* Recomendação GoalPoint
a recomendação GoalPoint consiste no perfil de clube destino que a GoalPoint Partners considera mais adequado ao desenvolvimento e confirmação do potencial do jogador no momento de carreira em que é por nós analisado. Eis a definição dos segmentos abordados.

Segmento alto – equipas que lutam pelo título nas cinco principais Ligas europeias (Inglaterra, Espanha, Itália, França e Alemanha)
Segmento médio/alto – equipas que disputam as cinco principais Ligas europeias e/ou disputam o título nas Ligas de projecção europeia (Holanda, Portugal, Bélgica, Grécia, Turquia, Rússia, Suíça)
Segmento médio – equipas que disputam Ligas de projecção europeia
Segmento médio/baixo – equipas que disputam a permanência nas Ligas de projecção europeia ou a segunda Liga dos principais campeonatos europeus
Segmento baixo – equipas que disputam a segunda Liga nas Ligas de projecção ou quaisquer outras Ligas europeias (que não as principais ou de projecção)

Miguel Pontes
Miguel Pontes
Engenheiro civil de formação, actualmente na Deloitte, tem dado sequência à sua paixão pela vertente técnica e táctica do futebol, com passagens pelo CF Benfica (Scouting), SG Sacavenense (como técnico adjunto nos sub19 e posteriormente na área de scouting) e colaborações com a Belenenses SAD e diversos agentes.
GoalPoint

GRÁTIS
BAIXAR