OBrasil arrancou a participação no Mundial 2018 com um empate 1-1 com a Suíça. A “canarinha” até marcou primeiro, mas descansou à sombra da vantagem e acabou por não conseguir reagir a tempo. A estrela da companhia, Neymar, esteve discreto até aos 70 minutos, altura em que começou a abrir o seu vasto livro de recursos que possui. Os helvéticos responderam com dureza, ao ponto de o brasileiro ficar apenas com Alan Shearer à sua frente no que toca a faltas sofridas num Mundial.

GoalPoint-Brasil-Neymar-Facto-do-dia-Mundial-2018-info
Clique para ampliar

O jogador do Paris Saint-Germain foi travado dez vezes à margem das leis, apenas uma menos do que o antigo atacante inglês, numa partida com a Tunísia, na fase final de 1998, em França. Neymar bem tentou, acabou por ser o melhor em campo este domingo ante os suíços, liderando numa série de variáveis fundamentais, mas não conseguiu inverter o rumo dos acontecimentos.

Esta foi apenas a segunda vez em 36 jogos em Mundiais que o Brasil não venceu um jogo após chegar ao intervalo em vantagem. Da última vez que não o conseguiu, perdeu mesmo a partida. E esta foi a primeira vez desde 1978, há 40 anos, que não entrava a vencer num Campeonato do Mundo.

Confira todos os ratings e análise do Brasil 1 – 1 Suíça (link)