Sporting 🆚 Belenenses SAD | Líder salva virgindade nos descontos

-

GoalPoint-Sporting-Belenenses-SAD-Liga-NOS-202021-Ratings
Clique para ampliar

TotoRating Banner

A Belenenses SAD esteve a segundos de cumprir a promessa de Petit, que na antevisão da partida apontava para a primeira derrota do Sporting. Os “azuis” estiveram a vencer por 2-0, graças a uma eficácia ofensiva a toda a prova de Mateo Cassierra, mas perto do fim permitiram a reacção dos “leões”, que reduziram já nos últimos dez minutos, por Sebastián Coates, e, no último lance dos descontos, beneficiaram de uma grande penalidade que resgatou um ponto, convertido por Jovane Cabral. Caso o FC Porto vença em casa ante o Vitória de Guimarães, passam para quatro os pontos de diferença entre primeiro e segundo classificados.

[ O Sporting teve expected goals para vencer a partida ]

GoalPoint-Sporting-Belenenses-SAD-Liga-NOS-202021-xG
Clique para ampliar

Resumo 📺

O jogo explicado em números 📊

  • Os dois treinadores promoveram uma só alteração nas duas equipas. Em relação ao triunfo sobre o Farense, Rúben Amorim reforçou o ataque com a entrada de Tiago Tomás, saindo o médio Daniel Bragança. Petit tirou Afonso Taira e apostou em Yaya Sithole, em comparação com as opções frente ao Marítimo (2-0).
  • Apesar de mais ofensivo, o Sporting viu-se a perder logo aos 13 minutos. Miguel Cardoso trabalhou bem na esquerda, esperou por Silvestre Varela. Este recebeu, foi à linha e cruzou rasteiro para a entrada de rompante de Mateo Cassierra, que empurrou para o 1-0. Ao primeiro remate, os “azuis” marcaram, mostrando eficácia que os “leões” não tiveram nos três disparos realizados, nenhum deles enquadrado. Contudo, o domínio era leonino (62% de posse) fechado o primeiro quarto-de-hora.

  • A formação da casa conseguia criar mais perigo do lado direito do ataque, onde Tiago Tomás conseguia aparecer com facilidade entre Tomás Ribeiro e Rúben Lima em posição de remate. Fê-lo algumas vezes, com perigo, mas sem a melhor direcção ou potência. Assim, a meia-hora chegou com a Belenenses SAD na frente, mas havia muito mais Sporting, com 60% de posse, oito remates (um enquadrado) contra um, nove acções com bola na área visitante (contra duas do outro lado) e cinco acções defensivas no meio-campo contrário (contra nenhuma dos “azuis).
  • João Palhinha dominava os ratings nesta fase do jogo, com 6.2 e um registo de uma ocasião flagrante criada, 90% de eficácia de passe, três alívios e superioridade nos três duelos aéreos em que participou, dois deles ofensivos. Mais uma vez a aparecer em todo o lado.

  • Perto do intervalo, o Sporting teve a oportunidade para empatar. Nuno Mendes fugiu pela esquerda e cruzou, mas Henrique acabou por acertar no pé esquerdo do lateral na grande área. O árbitro assinalou grande penalidade, mas na conversão, João Mário permitiu a defesa (enorme) de Stanislav Kritsiuk.

  • Intervalo Petit prometera, na antevisão da partida, tentar “tirar a virgindade” (leia-se, provocar a primeira derrota na Liga) ao Sporting neste jogo. E pelo menos na primeira metade fez o suficiente para o conseguir. A Belenenses SAD chegou ao descanso na frente graças a uma tremenda eficácia, com, um golo de Cassierra no único remate dos visitantes até então. O “leão”, ao invés, desperdiçava lances em catadupa, incluindo uma grande penalidade de João Mário que Kritsiuk defendeu, alcançando impressionantes 15 remates, cinco enquadrados, mas nenhum golo. O melhor em campo nesta fase era mesmo o guardião russo dos visitantes, com um GoalPoint Rating de 7.2, fruto de cinco defesas, duas a remates na sua área, uma a travar o tal penálti.

  • O Sporting entrou fortíssimo no segundo tempo, a empurrar a Belenenses SAD para a sua grande área. Mas um erro de Antonio Adán, aos 54 minutos, permitiu o segundo golo aos visitantes. O guardião dominou com o pé, hesitou no momento do passe e Cassierra acabou por interceptar o esférico e rematar com êxito para o 2-0. Três acções com bola na área leonina, dois remates, dois golos.

  • A promessa de Petit estava bem encaminhada à hora de jogo, fruto de uma eficácia tremenda no ataque. Nestes primeiros 15 minutos do segundo tempo o Sporting rematou mais quatro vezes, duas enquadradas, mandavam cada vez mais no jogo, chegando aos 80% de posse de bola, mas faltava intensidade e imaginação no ataque.

  • O jogo prosseguiu na mesma toada, com o Sporting a tentar de tudo para reduzir a desvantagem, mas a esbarrar numa defesa sólida que não dava espaços. Apesar de os “leões” registarem 73% de duelos aéreos ofensivos ganhos aos 70 minutos (num total de 15), a verdade é que esses lances não se verificavam em zonas de perigo e, dos 14 cruzamentos de bola corrida, os anfitriões apresentavam somente um eficaz.

  • Mas a insistência leonina acabaria por dar frutos. Sebastián Coates já vinha ameaçando na grande área e, aos 83 minutos, na sequência de um centro da esquerda de Nuno Santos, subiu mais alto que todos e cabeceou com força e sem hipóteses para Kritsiuk. Um golo ao 24 remate do “leão” na partida, oitavo enquadrado, nono no segundo tempo (terceiro com boa direcção desde o descanso).

  • A emoção durou até ao fim e, no último lance do jogo, o árbitro assinalou nova grande penalidade para o Sporting, por mão de Tiago Esgaio na grande área. Desta feita foi Jovane Cabral na cobrança e não desperdiçou, evitando uma derrota leonina que já praticamente todos davam como consumada.

[ No SCP, só (1) Adán e (52) Gonçalo Inácio tiveram posição média abaixo da linha de meio-campo ]

GoalPoint-Sporting-Belenenses-SAD-Liga-NOS-202021-pass-network
Clique para ampliar

O melhor em campo GoalPoint👑

Grande jogo do lateral-esquerdo leonino. Perante uma Belenenses SAD muito fechada, o Sporting atacou durante todo o jogo e teve de o fazer maioritariamente pelas faixas laterais, para abrir a defensiva contrária. E nessa tarefa, Nuno Mendes esteve irrepreensível. O internacional português registou seis passes para finalização, máximo do jogo, um passe de ruptura, completou 61 de 64 passes (95%), somou 103 acções com bola, mais dez que o segundo registo mais alto, fez seis acções com bola na área contrária (máximo), oito tentativas de drible (máximo), completou quatro (… máximo), todos no último terço, e sofreu o… máximo de faltas, cinco, três em zona de perigo, uma para grande penalidade. Terminou com um GoalPoint Rating de 7.9

Jogadores em foco 🔺🔻

  • Sebastián Coates 7.2 – O “bombeiro” voltou a apagar um fogo. O central, que já salvou pontos em grande quantidade esta época, desta vez fez um golo que iniciou uma reacção. Não deu para a reviravolta, mas empurrou a equipa mais para a frente. O defesa foi o jogador mais rematador da partida, com cinco disparos, e enquadrou dois, somou cinco acções com bola na área contrária e pelo ar esteve irrepreensível, tendo ganho dez de 11 duelos aéreos, seis deles ofensivos. 
  • Stanislav Kritsiuk 7.1 – Mais não podia fazer. O guarda-redes russo terminou o jogo com um total de sete defesas, três a remates na sua grande área, e até travou uma grande penalidade. Não teve culpa nos golos leoninos.

  • Gonçalo Inácio 6.9 – Muito sólido o jovem central do Sporting. Competente no passe, com 91% de eficácia, fez três intercepções e ganhou os dez duelos aéreos em que participou, sete defensivos.
  • Pedro Gonçalves 6.8 – Um autêntico “vagabundo”, que fixou a atenção dos defesas “azuis” durante quase todo o jogo. Desta feita “Pote” ficou em branco, mas fez três passes para finalização, seis passes ofensivos valiosos e completou três de sete tentativas de drible, duas no último terço.
  • Pedro Porro 6.4 – O espanhol parece estar a atravessar um momento de menor fulgor físico e isso nota-se nas suas exibições. Ainda assim fez quatro passes para finalização, seis cruzamentos de bola corrida, um eficaz, e completou as duas tentativas de drible.
  • Mateo Cassierra 6.3 – Marcar dois golos em Alvalade não é para qualquer um, mas o colombiano conseguiu-o, colocando a sua equipa à beira de uma vitória que fugiu ao cair do pano. E tudo em apenas dois remates. Destaque para a ajuda na retaguarda, com três duelos aéreos defensivos ganhos em cinco.

Gerir todos os blocos reutilizáveis

GoalPoint
GoalPoint
O GoalPoint.pt é um site produzido pela GoalPoint Partners, uma start-up especializada em análise estatística de futebol, que oferece serviços dirigidos a profissionais, media, patrocinadores/anunciantes e adeptos.