Os “grandes” já abriram actividade no mercado 2016/17 mas, como é hábito GoalPoint, indicamos alguns nomes que fariam sentido para Benfica, Porto e Sporting, numa lógica de racionalidade financeira que… raramente é seguida pelo futebol português. Aplicamos assim um “orçamento” de 20 milhões de euros sendo que, em alguns casos, ainda… sobram uns “trocos”.

Abrimos com os “leões”. O Sporting investiu forte na última época, na tentativa de retomar o caminho dos títulos. Falhou por pouco mas, afastadas que estão as dúvidas sobre a continuidade de Jorge Jesus, é de esperar nova “carga” até porque, desta feita, o acesso directo à Liga dos Campeões é um facto.

Como poderia o Sporting reforçar-se com um orçamento inferior a 20 milhões de euros? Estas são as nossas recomendações:

5. Aly Ndom (França)

“O Panzer das Ardenas”
20 anos | Médio-defensivo | Reims
Valor de mercado: aprox. 150 mil euros

Aly Ndom é um trinco francês com 20 anos, de ascendência camaronesa e com uns poderosos 1,89 metros de altura. Actua no Reims, clube da primeira liga francesa, e fez esta temporada cerca de 8 jogos pela equipa principal dos franceses.

É um médio que tanto joga sozinho à frente da defesa, como num sistema de duplo pivô. Muito forte fisicamente, destaca-se ainda pela boa qualidade de passe curto/longo. Sendo que está avaliado em apenas 150 mil euros, esta seria uma aposta muito boa para Jorge Jesus ter um suplente de William com um potencial elevado, podendo assim moldar este gigante do meio campo.

PS: A solução ideal seria João Palhinha, uma das maiores pérolas da academia de Alcochete. Um trinco forte, competente em ambas as fases e de grande potencial. Contudo, um empréstimo até Janeiro para uma equipa mais competitiva que o Moreirense, poderia deixá-lo em “ponto rebuçado” para se assumir como o patrão do meio campo leonino.

4. Marvelous Nakamba (Zimbabwe)

“maravilhoso Nakamba”
22 anos | Médio-centro | Vitesse
Valor de mercado: aprox. 2 milhões de euros

Nakamba é um médio-centro que joga na Eredivisie, no Vitesse e é internacional pelo Zimbabwe. Este médio-centro é um autêntico todo-o-terreno, que contagia qualquer equipa com toda a sua energia e disponibilidade física.

Não não é alcunha. Os pais deste rapaz deram-lhe mesmo o nome de… “maravilhoso”. É um jogador muito acima da média a nível do passe e na recuperação de bola, um autêntico cão de caça à solta que contudo consegue conferir uma construção de jogo atípica para alguém tão agressivo e importante na fase defensiva da equipa.

Este jovem de apenas 22 anos, daria com toda a certeza um up-grade ao meio campo do Sporting CP, aumentando a velocidade do mesmo.

3. Bartosz Kapustka (Polónia)

“A pérola das aguias brancas”
19 anos | Extremo | Wisla Cracóvia
Valor de mercado: aprox. 2.5 milhões de euros

Kapustka é um extremo esquerdo de 19 anos que recentemente se deu a mostrar ao mundo no Europeu de França.

Apesar de actuar no Wisla Cracóvia da liga polaca, demonstra ser um extremo vertical com um estilo bastante vincado. Quase que como um avançado interior com uma postura muito elegante procura sempre romper as linhas defensivas adversárias.

https://www.youtube.com/watch?v=Cx9yDSnUAPY

O seu pé direito é de extrema qualidade, quer no drible desconcertante que tem, na velocidade com que deixa os oponentes para trás ou na elegância com que trata a bola quando a recebe.

2. Zsolt Kálmar (Hungria)

“O cérebro dos Cárpatos”
21 anos | Médio-ofensivo | Leipzig
Valor de mercado: aprox. 400 mil euros

Kálmar é um médio-ofensivo-centro, vulgo “10”, com 21 anos, que actua nos alemães do Leipzig, equipa recentemente promovida à Bundesliga.

Este médio é bastante forte a nível físico, tendo 1,85 metros de altura, o que o ajuda nos duelos físicos com os adversários. É forte na condução de bola e no passe, tendo também uma meia distância perigosa para os adversários.

https://www.youtube.com/watch?v=dPidNnBTOpo

Esta época esteve emprestado ao Frankfurt e poderia ser uma solução para dar uma lufada de ar fresco a nível da organização da etapa de construção alta.

1. Mariano Diaz (R. Dominicana)

A “máquina goleadora do Caribe”
22 anos | Avançado | R. Madrid Castilla
Valor de mercado: aprox. aprox. 2 a 3 milhões de euros

Mariano Diaz nasceu em Espanha mas defende as cores internacionais da República Dominicana, por afinidade familiar. Aos 22 anos demonstrou esta época muita qualidade e sobretudo um faro de golo incomum.

Diaz alinha na “equipa B” merengue, o Castilla, onde esta época apontou nada menos do que 27 golos em 32 jogos. A sua fisionomia invulgar oferece-lhe o poderio físico como arma de imposição na grande área adversária: não sendo um avançado alto (1,78m) é um daqueles jogadores “compactos” e detentor de um arranque potente.

Aliando a estas características uma qualidade técnica assinalável Mariano tornou-se este ano um avançado temido pela sua mobilidade, oferta constante de linhas de passe e inteligência que justificam vôos mais altos que, apesar de tudo, muito dificilmente passarão pelo… Real Madrid.