O Sporting saiu por cima no primeiro “clássico” da Liga NOS. Em Alvalade, a equipa leonina esteve a perder, mercê de uma entrada forte dos “dragões”, mas deu a volta ao marcador ainda no primeiro tempo e ganhou por 2-1. Destaque, igualmente, para três estreias muito esperadas pelos adeptos dos dois clubes. Óliver Torres e Laurent Depoitre do lado do Porto, Joel Campbell do Sporting, todos entrados durante a partida.

Entrada de “dragão”, saída de “leão”

Numa primeira parte em que o Porto entrou melhor, fruto da pressão e povoamento do meio-campo, os “azuis-e-brancos” chegaram à vantagem aos oito minutos, num desvio de Felipe, após livre de Miguel Layún. Aconteceu ao quarto remate portista, primeiro enquadrado, numa altura em que o Sporting ainda não realizara qualquer disparo. E os visitantes registavam 56,2% de posse de bola e haviam ganho 64,3% dos duelos. O “leão”, por seu turno, destacava-se pela negativa, com somente 59,4% de passes certos.

Mas tudo mudou bem depressa. Aos 14 minutos o Sporting empatou. Bruno César cobrou um livre, a bola foi ao poste esquerdo e, na recarga, Gelson Martins emendou, mas a bola teimou em saltitar em cima da linha de golo. Islam Slimani não vacilou e emendou com êxito.

Estes foram os três primeiros disparos leoninos na partida, e de rajada. Um golo que teve o condão de virar o jogo por completo – a passagem de Bruno César para o “miolo” também reequilibrou as operações naquela zona do terreno -, e o 2-1 não demorou. Gelson queria mesmo marcar e fê-lo aos 28 minutos, com um remate colocado a confirmar a reviravolta no marcador.

  • Felipe chegou ao intervalo no topo do GoalPoint Ratings, com 6.2, seguido de Gelson Martins, com 6.0, e Slimani, com 5.9.
  • Porto fez na primeira parte cinco remates na grande área, de seis, mas mesmo assim com menos eficácia (dois enquadrados contra quatro do Sporting, em sete)
  • Danilo ganhou sete de dez duelos; Rúben Semedo sete de nove, e a totalidade dos três pelo ar.

Controlo total do Sporting

Os 70% de posse de bola por parte do Sporting nos primeiros dez minutos da etapa complementar mostram bem a forma como o jogo mudou desde o 1-1. Os comandados de Jorge Jesus mandavam por completo na partida nesta fase e só aos 66 minutos o Porto realizou o primeiro disparo do segundo tempo. Aos poucos os forasteiros reequilibraram, mas tacticamente o jogo esteve sempre controlado por parte dos anfitriões.

O Porto bem tentou, apostou no ataque na fase final a partida, mas a formação leonina manteve sempre o controlo das operações, sem que os “dragões” conseguissem criar perigo. Os seis remates dos “leões” para os apenas dois da equipa de Nuno Espírito Santo no segundo tempo explicam fielmente por que motivo o resultado não sofreu mais alterações até final.

William, o “polvo” de Jesus

Apenas centésimas separaram William Carvalho de Felipe – ambos somaram 6.8 no GoalPoint Ratings. O golo inaugural do brasileiro deu-lhe vantagem inicial, mas o internacional português acabou por ser o melhor em campo, aos pontos. Fez três remates, todos enquadrados, esteve muito certo na distribuição (86,6% de 67 passes certos), ganhou 69,2% de 13 duelos e ainda realizou seis intercepções e oito recuperações. Um autêntico pêndulo para a equipa de Jorge Jesus.

Para além do Golo, Felipe acertou 90% dos seus 30 passes, ganhou quatro de cinco duelos e somou seis alívios e quatro recuperações. Nunca comprometeu e parece ter ganho um lugar incontestado na defesa portista. Destaque também para Alex Telles (6.7), que ganhou 70% dos seus duelos (incluindo a totalidade dos três pelo ar), e foi o melhor do Porto nos desarmes (seis) e intercepções (sete).

Factos estatísticos GoalPoint:

  • Jogo com apenas um fora-de-jogo, e para o FC Porto
  • William Carvalho (três) e Gelson Martins (dois) enquadraram todos os remates que realizaram
  • André André acertou 92% dos 25 passes que realizou, Danilo Pereira ganhou 71,4% dos 14 duelos que disputou, e recuperou dez vezes a posse de bola
  • Otávio ganho 52,2% de 23 duelos em que participou.

 

GoalPoint | Sporting vs Porto | Liga NOS 2016/17 | Ratings
Clique para ampliar
GoalPoint | Sporting vs Porto | Liga NOS 2016/17 | MVP
Clique para ampliar
GoalPoint | Sporting vs Porto | Liga NOS 2016/17 | 45m
Clique para ampliar
GoalPoint | Sporting vs Porto | Liga NOS 2016/17 | 90m
Clique para ampliar