GoalPoint-Sporting-Famalicão-Liga-NOS-201920-Ratings
Clique para ampliar

O Famalicão segurou a liderança da Liga NOS, dando seguimento ao arranque de sonho neste regresso ao principal escalão do futebol português. Os famalicenses foram ao Estádio José Alvalade bater o Sporting pela primeira vez na sua História, por 2-1, após terem estado a perder, graças a uma segunda parte de grande nível, na qual anularam todo o futebol leonino. Os anfitriões até remataram mais, mas foram menos competentes em frente à baliza contrária e, na etapa complementar, foram dominados nos principais momentos de jogo. Sebastián Coates voltou a ser infeliz, marcando mais um autogolo, decisivo para o resultado final.

Resumo 📺

O jogo explicado em números 📊

  • Arranque de jogo com o Sporting a querer assumir rapidamente as rédeas da partida, mas a chegar ao primeiro quarto-de-hora somente com 53% de posse de bola e um remate, sem a melhor direcção. O Famalicão não rematou sequer à baliza nesta fase inicial, com problemas para passar o losango de meio-campo dos “leões”.

  • A primeira grande ocasião da partida aconteceu aos 20 minutos, mas Miguel Luís, frente a Rafael Defendi, atirou ao lado na tentativa de chapéu ao guarda-redes. Respondeu Fábio Martins com um remate perigoso para defesa difícil de Renan Ribeiro e Toni Martínez não conseguiu melhor na recarga. O jogo estava animado e o Sporting acabaria mesmo por marcar, por Luciano Vietto, aos 25 minutos, num excelente remate de fora da área.

  • O Sporting chegou, assim, em vantagem à meia-hora e com números que o justificavam: oito remates (cinco de fora da área), três enquadrados, 91% de eficácia de passe e ligeiro domínio, expresso em 55% de posse de bola. Os visitantes registavam três disparos, todos com boa direcção.
  • O grande golo de Vietto ia colocando o argentino no topo dos ratings nesta altura da partida, com 7.4, fruto ainda de três remates, dois enquadrados, um passe para finalização e um drible completo. Mas o seu colega Renan Ribeiro, com várias boas intervenções, ia mantendo o Famalicão em branco, com três defensas e um relevante 6.7.

  • Intervalo Jogo muito interessante em Alvalade, com o Sporting mais dominador e incisivo no ataque, a chegar aos 13 disparos antes do descanso. O Famalicão respondia com outras armas, as das transições rápidas e da qualidade de remate. Os até então líderes da Liga somavam cinco remates enquadrados em seis e iam fazendo Renan Ribeiro brilhar. Contudo, o melhor em campo era mesmo Vietto, com um GoalPoint Rating de 7.3, com um excelente golo, três remates (dois enquadrados) e um passe para finalização.

  • O Famalicão entrou na segunda parte a tentar inverter o rumo dos acontecimentos e marcou logo aos 55 minutos. O lance desenvolveu-se pela esquerda e chegou aos pés de Rúben Lameiras que, à entrada da área leonina, rematou colocado com o pé esquerdo para um belo golo.

  • Os sinais começavam a ser preocupantes, para os “leões”, chegada a hora de jogo. No cômputo geral, a formação leonina tinha 17 remates contra seis dos famalicenses e o resultado era de 1-1, muito por culpa da maior competência contrária na hora de alvejar a baliza (cinco enquadrados para os visitantes, três para os anfitriões). Só que verificava-se, igualmente, uma mudança no cariz de jogo, pois o Famalicão registava 60% de posse de bola desde o intervalo.

  • E o cenário foi piorando, com os forasteiros a chegarem aos 66% de posse de bola e 85% de eficácia de passe, trocando tranquilamente a bola no meio-campo leonino, sem que os da casa conseguissem reassumir o jogo – registavam só quatro acções com bola na área contrária aos 70 minutos, números da segunda metade. Lameiras, com um golo em dois remates (ambos enquadrados), três passes para finalização e dois dribles completos em cinco já liderava os ratings, com 7.6.

  • O Sporting não encontrava solução e o Famalicão aproveitou para marcar aos 88 minutos, em mais um lance infeliz de Sebastián Coates. Após fazer três grandes penalidades contra o Rio Ave (e ser expulso) e de apontar um autogolo na Holanda, com o PSV, o uruguaio voltou a marcar na própria baliza, após cruzamento de Diogo Gonçalves, ditando a segunda derrota consecutiva dos “leões” em casa.
  • Os famalicenses, com uma excelente segunda parte, dominadora em posse de bola e no último terço, com mais remates, justificavam a vantagem e mostravam que a liderança na Liga, que mantiveram, não é obra do acaso. Já o Sporting caiu para sétimo e soma metade dos pontos do seu adversário desta segunda-feira na tabela.

O melhor em campo GoalPoint👑

A segunda parte em Alvalade praticamente só deu Famalicão, com muita bola, remates, lances de perigo e ocasiões de golo. Os dois tentos visitantes aconteceram precisamente após o intervalo, o primeiro apontado por Rúben Lameiras, que acabou por ser o melhor em campo. O ala terminou a partida com um GoalPoint Rating de 7.2 e números muito interessantes. Para além do golo, enquadrou os dois remates que realizou, fez três passes para finalização e ainda ajudou colectivamente, com seis acções defensivas. Rúben foi quem mais tentou o drible, nada menos que sete vezes, mas só completou dois.

Jogadores em foco 🔺🔻

  • Renan Ribeiro 7.1 – O guarda-redes foi adiando a surpresa e já na primeira parte deu mostras de que a sua exibição estava a ter uma importância maior do que o resultado mostrava. O brasileiro não evitou dois golos adversários, mas terminou com cinco defesas, quatro a remates na sua grande área, algumas de elevado grau de dificuldade.
  • Luciano Vietto 7.0 – O argentino estava a ser um dos melhores em campo quando foi substituído, aos 63 minutos. Para além do grande golo que marcou, o avançado foi, a par de Coates, o mais rematador, com quatro disparos, tendo enquadrado dois, completou os 13 passes que fez, realizou duas entregas para remate e completou dois de quatro dribles.
  • Marcos Acuña 7.0 – O lateral argentino esteve muito bem nos diversos momentos do jogo. Na retaguarda destacou-se com sete desarmes, três intercepções e oito recuperações de posse, na frente realizou cinco passes para finalização e teve eficácia em dois de cinco cruzamentos.
  • Álex Centelles 7.0 – O outro lateral-esquerdo, o espanhol Centelles, foi também um dos melhores da noite em Alvalade. Para além da assistência para o golo de Lameiras, somou três passes para finalização e oito acções defensivas.
  • Fábio Martins 6.2 – O jogador do mês de Agosto GoalPoint voltou a fazer um bom jogo. Para além de um remate que obrigou Renan a boa defesa, o ala criou uma ocasião flagrante em dois passes para finalização e completou 27 dos 32 passes que realizou.
  • Sebastián Coates 6.1 – Mais um jogo ingrato para o uruguaio. O central até estava a fazer um bom jogo, sendo o mais rematador da partida, com quatro disparos (a par de Vietto), e tendo criado uma ocasião flagrante, desperdiçada por Miguel Luís. Completou oito de 13 passes longos e, na retaguarda, ganhou os dois duelos aéreos defensivos em que participou, mas aquele autogolo ao cair do pano marca a sua prestação.