TotoRating Banner

GoalPoint-Sporting-Istanbul-Basaksehir-Europa-League-201920-Ratings
Clique para ampliar

O Sporting arrancou uma potencialmente decisiva vitória em casa sobre o Istanbul Basaksehirk por 3-1, na primeira mão dos 16 avos-de-final da Liga Europa. A vantagem de dois golos dá uma boa margem para a segunda mão, a realizar na próxima semana, numa partida em que os “leões” entraram muito bem nas duas metades, marcando cedo, e chegaram ao 3-0, mas permitiram que os visitantes fizessem um golo, que deixa a questão ainda em aberto para o embate na Turquia.

O jogo explicado em números 📊

  • Entrada de rompante do Sporting. Logo aos três minutos, Acuña bateu um canto da direita e Sebastián Coates, oportuno na área, desviou para o fundo da baliza com o pé esquerdo. Primeiro remate, primeiro golo. Pouco depois, Sporar teve nos pés o segundo, mas atirou ao lado, quando estava em boa posição.

  • Em cima do minuto 15, Jovane, solto do lado esquerdo, rematou para defesa complicada de Fehmi Günok, que voltou a salvar os turcos no canto subsequente, a remate de Battaglia. O Sporting estava claramente por cima e apresentava, nesta fase, 52% de posse de bola, os únicos quatro remates, dois deles enquadrados, e excelentes 87% de eficácia de passe.
  • O “leão” estava muito mais perigoso que o Istanbul Basaksehirk e Sporar atirou ao ferro aos 26 minutos, com Jovane a fazer a recarga vitoriosa, mas o lance acabou anulado por fora-de-jogo do ponta-de-lança leonino. Só dava Sporting em termos ofensivos, como os números expressam: 8-0 em remates, com os lusos a registarem quatro disparos enquadrados, bem como quatro pontapés de canto contra um.

  • O golo de Coates colocava o uruguaio na frente dos ratings à passagem da meia-hora, com 6.5, sendo que contava também com quatro acções defensivas. Luciano Vietto ia-se destacando também, mas curiosamente no trabalho de equipa, com quatro recuperações de posse e dois desarmes.

  • O segundo golo sportinguista aconteceria em cima do minuto 44. Boa jogada colectiva, Ristovski cruzou da direita e Sporar, na grande área, com um toque precioso, colocou a bola bem longe do alcance do guardião contrário. Um tento ao 11º remate do Sporting nesta primeira parte, sexto com boa direcção.
  • Intervalo Excelente primeira parte do Sporting em Alvalade, a construir uma boa vantagem sobre o Istanbul Basaksehirk. O “leão” foi sempre superior nos diversos momentos do jogo, chegando ao descanso com 12 remates, seis deles enquadrados, contra nenhuma tentativa sequer dos visitantes, que só estiveram melhor no menor número de faltas cometidas. De resto, domínio sportinguista e jogo muito consistente, que teve como melhor em campo nesta fase o central Sebastián Coates, com um GoalPoint Rating de 7.2. O uruguaio abriu o activo bem cedo, ganhou os três duelos aéreos defensivos em que participou e somou sete acções defensivas.

  • De novo o Sporting entrou muito bem na partida, após o intervalo. Logo aos 51 minutos, Luciano Vietto ganhou uma disputa de bola na grande área, isolou-se pelo lado esquerdo e, perante Günok, levantou a bola por cima do guardião para um golo de belo efeito, logo no primeiro remate no segundo tempo.
  • O primeiro remate dos visitantes na partida surgiu apenas aos 60 minutos, por Edin Visca, e logo para bela defesa de Luís Maximiano. Mas nesta fase continuava a dar mais Sporting, com 54% de posse e 86% de eficácia de passe e um grande pragmatismo na forma como chegava junto da baliza contrária.

  • Aos poucos os visitantes tomaram conta do desafio, registando 57% de posse por volta dos 70 minutos, claramente à procura de reduzir o prejuízo e entrar de novo na eliminatória. Destaque para a melhoria substancial da qualidade de passe do Basaksehirk, muito por culpa da pouca pressão dos homens da casa.
  • Aos 75 minutos, o árbitro assinalou falta de Neto sobre Demba Ba na grande área e Visca, na conversão do penálti, fez o 3-1, no terceiro remate turco na partida, segundo enquadrado. Um momento que acabava por reflectir o recuo leonino e a subida de produção contrária.

  • Aos 84 minutos, Yannick Bolasie rematou com estrondo à barra da baliza turca, após galgar muitos metros em velocidade, mas o resultado acabaria por não sofrer mais alterações, uma vez que os turcos nunca mostraram arte e engenho para criar mais perigo.

O melhor em campo GoalPoint👑

Silas optou por um esquema de jogo algo diferente do habitual em tempos mais recentes, apostando numa espécie de 4-4-1-1, com Luciano Vietto nas costas do ponta-de-lança, Sporar. E naquela que é, provavelmente, a sua posição natural, o argentino fez um excelente jogo, sendo mesmo o melhor em campo. O GoalPoint Rating de 7.8 reflecte não só o excelente golo que marcou, mas também premeia o facto de ter sido, de longe, o mais rematador da partida, com sete disparos, três deles enquadrados, registando ainda oito recuperações de posse.

Jogadores em foco 🔺🔻

  • Sebastián Coates 7.8 – O uruguaio foi o melhor na primeira parte e terminou com apenas quatro centésimas menos que Vietto. Coates marcou logo aos três minutos, ganhou todos os duelos aéreos em que participou (4) e ainda somou 11 acções defensivas, com destaque para quatro desarmes.
  • Marcos Acuña 6.9 – O argentino regressou de lesão e logo para fazer um belo jogo. Muito bem no combate, com nove recuperações de posse, cinco alívios e outros tantos bloqueios de passe, Acuña fez uma assistência em dois passes para finalização.
  • Fehmi Günok 6.5 – O Sporting terminou com muitos mais remates que os turcos, e não fosse o guardião visitante e o resultado teria sido bem mais dilatado. Günok fez cinco defesas, três a remates na sua grande área.
  • Stefan Ristovski 6.4 – O lateral-direito leonino “imitou” o seu coleca do extremo oposto. Tal como Acuña, Ristovski fez uma assistência, para o primeiro golo de Sporar com a camisola leonina, registou dois passes para finalização e nove recuperações de posse.
  • Yannick Bolasie 6.4 – A velocidade do extremo do Sporting criou muitos problemas ao último reduto forasteiro, como ficou patente na cavalgada nos últimos minutos que terminou com um remate à barra. Bolasiecriou uma ocasião flagrante em três passes para finalização, completou 94% dos passes que fez e somou nove recuperações de posse.
  • Andraz Sporar 6.0 – Ao quinto jogo pelo Sporting, o avançado esloveno marcou o seu primeiro golo, num belo desvio no coração da área, de difícil execução. Sporar ganhou ainda quatro de seis duelos aéreos ofensivos.