Sporting: líder com analytics de campeão?

-

Sete jogos, seis vitórias, zero derrotas, ataque mais concretizador, defesa menos batida e liderança isolada, com quatro pontos de vantagem. O Sporting entrou forte na Liga NOS 20/21, quando poucos o previam, sobretudo após uma eliminação europeia que ameaçava ser traumática. No entanto, o tropeção austríaco pode ter trazido benefícios que já fizeram sorrir os sportinguistas, noutros momentos da sua História.

Fogacho ou candidato?

Mas será o desempenho “verde-e-branco” nas primeiras sete rondas apenas um “brilharete” sem sustento quantitativo, ou terá o “leão” de Amorim indicadores de verdadeiro candidato? Foi o que decidimos conferir, isolando os principais analytics do Sporting e comparando-os com três “benchmarks”: o Porto campeão 19/20, o Benfica titulado da temporada imediatamente anterior (18/19) e o último Sporting a fazer sportinguistas sonhar com o título (15/16). Vamos então à “checklist”.

Concretização? Check ✅

É vulgar apelidar a equipa com mais golos a favor na Liga como a detentora de “melhor ataque”. Sucede que o “melhor” é um adjectivo raro por estas bandas e, quando usado, vem normalmente associado a uma análise um pouco mais elaborada. Neste caso não há números que tragam surpresa: o Sporting é não só a equipa mais concretizadora (19 golos) como também a que conjuga os melhores indicadores relacionados, ao ponto de pedir meças ao último Benfica campeão, batendo-se em margens muito curtas, logo promissoras para os sonhos leoninos.

GoalPoint-Barometro-Sporting-202021-golos-950-infog

Rematando tanto por jogo quanto Porto e Benfica (cerca de 16 remates p/ 90′), o Sporting é a equipa que mais disparos converte (17%), indicador que salta para os 22% se tivermos em conta apenas os “tiros” de bola corrida (SLB 18%, FCP 15%). Melhor no comparativo? Só Benfica de Vitória/Lage, que mesmo assim é batido pelos “leões” no indicador da moda que, tal como nós, até já chegou ao Football Manageros Expected Goals.

[ Os cinco “leões” mais rematadores na Liga chegaram todos em 2020 a Alvalade ]

GoalPoint-Sporting-Top-Rematadores-Liga-2020-infog

Curiosidade: dos 19 golos marcados pelos “leões” apenas dois foram obtidos na sequência de lances de bola parada, com três a serem sentenciados de cabeça, o segundo máximo registo da Liga atrás dos quatro de Porto e Farense.

Construção? Check (com alerta) ✅⚠️

E como se comporta até agora o “leão”, na hora de contabilizar o funil de criação de situações que resultam nos golos obtidos? A resposta é… muito bem. O Sporting soma cerca de quatro situações flagrantes de golo por jogo, o melhor registo do “benchmark”, com a particularidade de apresentar uma relação muito saudável (85%) entre o número de ocasiões que cria através do passe e o total das que usufrui de outras formas (acções individuais, erros do adversário).

GoalPoint-Barometro-Sporting-202021-criacao-950-1-infog

Dos 19 golos marcados pelos “leões”, 13 foram obtidos na sequência de ocasiões flagrantes de golo, e mais podiam ter sido caso a já boa taxa de conversão (44%) se aproximasse ainda mais dos 50% do SLB 18/19. Ainda assim há algo que o Sporting de Amorim já faz em maior cadência do que esse Benfica: o número de passes para remate que cria, através de bola parada. Só falta melhorar o aproveitamento desta qualidade, visto que os “verde-e-brancos” contam apenas com um golo marcado na sequência de bola parada, um canto (ao qual se soma um penálti), enquanto, por exemplo, o Porto de Conceição já leva sete.

[ O perigo flagrante leonino chega de representantes de todos os sectores da equipa ]

GoalPoint-Sporting-Top-Criadores-Liga-2020-infog

Mas nem tudo são “rosas verdes”. Da análise das inúmeras variáveis relacionadas com a construção e criação há uma que saltou de imediato à vista: a quantidade de passes perdidos pelo Sporting ainda no seu terço defensivo (21 por jogo), a um ritmo muito superior a qualquer referência presente no “benchmark”. Sendo o Sporting a equipa menos batida da Liga, as consequências deste “calcanhar de Aquiles” não têm sido gravosas, mas Rúben Amorim quererá certamente melhorar neste capítulo.

Defesa? À atenção de Amorim 🚨

Se quem afirma que os campeões começam pela defesa tiver razão, então o Sporting tem, neste momento, razões para sentimentos mistos. Amorim e Cia podem e devem estar satisfeitos com o facto de o SCP ser a equipa menos batida, ao ponto de equiparar o registo médio mais baixo do “benchmark”, devidamente reforçado pela média de Expected Goals sofridos. No entanto, são vários os alertas que prenunciam que não há nada que não esteja bom que subitamente não possa piorar.

GoalPoint-Barometro-Sporting-202021-defesa-950-infog

Para lá da já referida “bandeira vermelha” dos passes falhados em zona de risco, o Sporting perde um número excessivo de posses no seu terço defensivo, onde também comete demasiadas faltas. Não admira assim que os “verde-e-brancos” permitam demasiados remates já no interior da sua área, um “defeito” que não impediu, por exemplo, o Benfica 18/19 de levantar o “caneco”, mas que os “leões” quererão certamente corrigir de modo a abandonar a actual segunda posição no ranking das equipas que cometeram mais erros grosseiros que resultaram em remates dos adversários (3), batida apenas pelo Boavista (4).

Conseguirá o Sporting manter as qualidades e corrigir os alertas resultantes desta análise?
Cá estaremos para confirmar, medir e analisar o desempenho de um “leão” que, até ver, surpreende pela positiva.

Não te esqueças de fazer a tua jogada TotoRating 😉

 

GoalPoint
GoalPoint
O GoalPoint.pt é um site produzido pela GoalPoint Partners, uma start-up especializada em análise estatística de futebol, que oferece serviços dirigidos a profissionais, media, patrocinadores/anunciantes e adeptos.
GoalPoint

GRÁTIS
BAIXAR