Sporting 🆚 Vitória SC | Edwards confirma “lei do ex”

-

O Sporting afastou as nuvens negras da crise na recepção ao Vitória SC. Num jogo que se previa muito difícil, este acabou por se tornar mais fácil quando, aos 26 minutos, os vimaranenses se viram reduzidos a dez elementos, por expulsão de Afonso Farias. Logo a seguir o recém-entrado Marcos Edwards abriu o activo, e o próprio assistiu Morita para o segundo, ainda antes do intervalo. O inglês consumou a “traição” ao seu antigo clube na segunda parte com o 3-0, numa partida em que se viu um pouco das movimentações imprevisíveis habituais das equipas de Rúben Amorim.

GoalPoint-Sporting-Vitoria-SC-Liga-Bwin-202223-Ratings

Entrada de Edwards decisiva

O Sporting entrou disposto a deitar para trás das costas a crise de resultados e a ansiedade de que Rúben Amorim falou em vésperas do jogo. Futebol veloz, intenso, jogadores móveis a surgirem em posição de finalização, mas, ainda assim, muita precipitação no momento da finalização, o que ia estragando a boa construção de lances. Contudo, aos 26 minutos, Afonso Freitas viu segundo amarelo e deixou o Vitória reduzido a dez elementos bem cedo. O “leão” aproveitou para aumentar a pressão e marcar.

Aos 34 minutos, Matheus Reis trabalhou bem na esquerda, cruzou, Pedro Porro cabeceou e a bola desviou caprichosamente num p̩ de Marcus Edwards Рque havia entrado um minuto antes para o lugar de Nazinho. E aos 40 surgiu o segundo da partida. Edwards voltou a fazer das suas contra a antiga equipa, cruzou de forma perfeita e Morita, ao segundo poste, conclui facilmente.

Pedro Porro era o melhor ao descanso, com um GoalPoint Rating de 8.1, pela assistência pouco ortodoxa para Edwards, mas também porque criou incríveis três ocasiões flagrantes em cinco passes para finalização em meia parte, além de ter somado sete recuperações de posse e três intercepções.

O domínio leonino prosseguiu no segundo tempo, com os minhotos incapazes de reagir só com dez elementos. O Sporting continuou a imprimir um bom ritmo, com os seus jogadores a surgirem facilmente nos espaços vazios. O 3-0 surgiu logo aos 55 minutos, em mais uma “traição” de Edwards, que rematou de fora da área e viu o seu disparos desviar em Bamba, traindo Varela. Estava decidido em definitivo o encontro, ainda com muito para se jogar. Com este resultado o Sporting regressou ao quarto lugar, em troca com o Vitória.

[ O Sporting esteve “acampado” no meio-campo do Vitória ]

GoalPoint-Sporting-Vitoria-SC-Liga-Bwin-202223-pass-network

MVP GoalPoint: Pedro Porro 👑

Jogo incrível do ala leonino. Pedro Porro foi o homem do jogo com um GoalPoint Rating pouco habitual na Liga bwin, um 9.1 que teve de tudo um pouco, em especial momentos ofensivos de grande qualidade, e isto apesar de ter saído pouco depois da hora de jogo. Defensivamente o destaque vai para três desarmes e nove recuperações de posse, máximos do jogo. Na frente, o espanhol fez quatro remates, uma assistência, criou três ocasiões flagrantes em incríveis sete passes para finalização (máximo), fez um passe de ruptura e 13 cruzamentos de bola corrida (máximo), três deles eficazes.

Outros Ratings 🔺🔻

Destaques do Sporting

Edwards 7.9

Entrou ainda no decorrer da primeira parte e, um minuto depois, estava a marcar o primeiro golo do jogo, embora de uma forma quase involuntária. Depois assistiu Morita para o segundo da partida e fez ele próprio o terceiro, na segunda parte, bisando e consumando a “traição” tripla à sua antiga equipa. Concluiu ainda três de quatro tentativas de drible.

Matheus Reis 7.1

O central esteve na génese do lance do 1-0, com um cruzamento milimétrico para a cabeça de Porro. Matheus foi o jogador com mais acções com bola, nada menos que 100, fez três passes para finalização, fixou o máximo de passes certos (80) e tentados (89), somou sete aproximativos e três super aproximativos e acumulou pouco usuais sete conduções aproximativas.

Pedro Gonçalves 6.6

“Pote” não está tão clínico como em outras épocas e nesta partida voltou a falhar uma ocasião flagrante. Ainda assim a sua exibição foi globalmente muito boa, tendo terminado como o mais rematador do jogo, com cinco disparos, quatro de fora da área, e trabalhou imenso em prol da equipa, como demonstram as oito recuperações de posse, bem como o máximo de acções defensivas no meio-campo contrário (5) e de desarmes (6).

Gonçalo Inácio 6.3

Muito bem no passe Р78 completos em 86 -, terminou o jogo com uma assist̻ncia, 96 ac̵̤es com bola, quatro condṳ̵es aproximativas e quatro duelos a̩reos ganhos em cinco.

Morita 6.1

O japonês regressou após lesão, foi substituído ao intervalo, mas deixou a sua marca no encontro, com um golo e dois remates, ambos enquadrados.

Ugarte 5.9

O facto de o Vitória ter estado reduzido a dez elementos e quase abdicado de atacar esvaziou um pouco a missão do uruguaio. Ainda assim é de destacar os 21 passes certos em 22, as cinco acções defensivas no meio-campo contrário (máximo com “Pote” e Paulinho) e os três desarmes.

Arthur Gomes 5.8

O extremo voltou a merecer a confiança de Amorim e respondeu com seis cruzamentos de bola corrida (dois eficazes), 95% de eficácia de passe, seis acções com bola na área contrária e quatro acções defensivas no meio-campo adversário.

Paulinho 5.1

O avançado viu um belo golo seu ser anulado perto do fim. Paulinho foi muito importante a desposicionar defesas contrários e a ajudar no trabalho colectivo, acumulando cinco acções defensivas no meio-campo oposto.

Destaques do Vitória

Bamba 5.9

Participou involuntariamente no 3-0, com a bola a desviar no defesa antes de entrar. Porém, Bamba esteve muito bem, com o máximo de recuperações de posse (9) e dez acções defensivas, com destaque para três intercepções.

Bruno Varela 5.5

O guardião não teve responsabilidade nos golos e ainda fez três defesas, todas a remates na sua grande área.

Villanueva 5.3

Com muito trabalho, o central venezuelano somou 11 acções defensivas, com realce para cinco alívios e dois bloqueios de remate. 

GoalPoint
GoalPoint
O GoalPoint.pt é um site produzido pela GoalPoint Partners, uma start-up especializada em análise estatística de futebol, que oferece serviços dirigidos a profissionais, media, patrocinadores/anunciantes e adeptos.