Sporting 🆚 V. Guimarães | “Leão” descansa cedo demais

-

[vc_tta_tabs][vc_tta_section i_icon_fontawesome=”fa fa-line-chart” add_icon=”true” title=”GoalPoint Ratings” tab_id=”1465571624475-01e55dfc-58e2″]
GoalPoint-Sporting-Guimaraes-LIGA-NOS-201617-Ratings
Clique para ampliar
[/vc_tta_section][vc_tta_section i_position=”right” i_icon_fontawesome=”fa fa-trophy” add_icon=”true” title=”Melhor em Campo ” tab_id=”1465571693503-4a0f9bf6-e654″]
GoalPoint-Sporting-Guimaraes-LIGA-NOS-201617-MVP
Clique para ampliar
[/vc_tta_section][vc_tta_section i_icon_fontawesome=”fa fa-futbol-o” add_icon=”true” title=”45m” tab_id=”1465571624614-ba177b16-4154″]
GoalPoint-Sporting-Guimaraes-LIGA-NOS-201617-45m
Clique para ampliar
[/vc_tta_section][vc_tta_section i_icon_fontawesome=”fa fa-futbol-o” add_icon=”true” title=”90m” tab_id=”1465571672809-6f7d6717-7b04″]
GoalPoint-Sporting-Guimaraes-LIGA-NOS-201617-90m
Clique para ampliar
[/vc_tta_section][/vc_tta_tabs]

O Sporting atrasou-se ainda mais na perseguição aos dois da frente. A formação de Alvalade esteve a ganhar mas acabou por empatar 1-1 frente ao V. Guimarães, que na etapa complementar lutou pela sorte e viu Marega ser, mais uma vez, o carrasco leonino (três golos em dois jogos, nesta Liga). O “leão” está agora a 11 pontos do Porto e a 12 do Benfica.

O Jogo explicado em Números 📊

  • Belo início do Sporting, com muita circulação de bola, à procura de abrir uma cerrada defesa vimaranense, e 75% de posse, embora os minhotos somassem três remates, dois deles enquadrados, aos 12 minutos, contra um (ao lado) dos “leões”.
  • Números curiosos aos 20 minutos: Guimarães com quatro remates (dois enquadrados), Sporting com dois (ambos para fora), e os dois melhores em campo nesta fase eram Hurtado 5.8, com três passes para ocasião, e Hernâni 5.6, com três disparos, mais um que toda a equipa leonina.

  • Os números à meia-hora pouco se alteraram, com o Sporting a somar 69% de posse mas sem um único disparo com a direcção da baliza e apenas dois passes para ocasião. Mas já com 12 cruzamentos de bola corrida, contra dois dos vimaranenses.
  • Até que aos 35 minutos, Alan Ruiz, que até então tinha apenas um passe para ocasião e perdido a bola nove vezes em 20 toques na mesma, surgiu a marcar, com um remate na grande área, após assistência de Bas Dost de cabeça – o primeiro disparo enquadrado dos da casa.

  • Intervalo Após uns primeiros 25 minutos em que o Sporting mandou no jogo, mas o Guimarães foi mais perigoso, a formação leonina marcou após a meia-hora e o V. Guimarães perdeu um pouco de ímpeto – o que permitiu aos “leões” terminarem com mais remates (6-4) e mais passes para ocasião (5-4). Alan Ruiz estava a ter um jogo discreto, mas o seu golo motivo-o para uns minutos finais mais interventivos, com dois remates, dois passes para ocasião e o melhor GoalPoint Rating do jogo, 6.2, apesar de ter ganho apenas um de dez duelos e sido desarmado quatro vezes.
  • Vitória tentou reagir após o descanso, com 44% de posse, os mesmos dois remates (desenquadrados) do Sporting.

  • Bruno César manteve os bons números trazidos da primeira parte. No total, o brasileiro registava, à hora de jogo, 88% de passes certos, 57 toques na bola (o máximo do jogo), quatro remates, embora apenas um enquadrado, um passe para ocasião e um GoalPoint Rating de 6.2.
  • Aos 70 minutos o V. Guimarães registava já 53% de posse de bola no segundo tempo, mas a sua produção ofensiva era pálida, apenas com dois remates no segundo tempo, ambos desenquadrados, contra quatro dos da casa (um com boa direcção). Nesta altura, dos seis remates minhotos, apenas um havia sido realizado dentro da área leonina e foi o primeiro cruzamento eficaz da equipa.
  • Mas o segundo haveria de ter sucesso. Aos 76 minutos, Bruno Gaspar fez um cruzamento atrasado e Marega rematou colocado para o empate. Foi o terceiro remate do francês, segundo enquadrado, e o seu terceiro tento esta época em dois jogos frente aos “leões”.

  • O Sporting como que descansou sob a vantagem alcançada na primeira parte e o V. Guimarães assumiu as despesas de jogo na segunda, justificando o empate em Alvalade. Até aos 80 minutos os “conquistadores” tiveram perto de 52% de posse de bola, no que se refere ao segundo tempo, terminando com 48% devido à pressão final leonina em busca da vitória.

O Homem do Jogo 👑

Bruno César teve uma noite positiva, apesar do desacerto geral do Sporting, em especial no segundo tempo. O “chuta-chuta” chutou mesmo, cinco vezes, o máximo da partida, tendo enquadrado apenas dois desses disparos – três aconteceram de fora da área. Isto tudo nos apenas 66 minutos que esteve em campo. Tempo suficiente para ser o jogador com melhor rating, 6.7, fruto também de 89% de passes certos e somente seis perdas de bola.

Jogadores em foco 🔺🔻 

  • Alan Ruiz 6.5 – Estava a ter um jogo discreto até marcar o golo. Depois melhorou bastante, até ser substituído também aos 66 minutos. Ainda assim foi o segundo melhor na partida, pois enquadrou os seus dois remates e ainda fez dois passes para ocasião.
  • Bas Dost 6.4 – Fez um belo jogo. Não marcou, o que por si só é notícia, mas fez a assistência para o tento leonino e dois passes para ocasião. Estranho apenas o remate solitário na sua contabilidade.
  • Miguel Silva 6.3 – O guarda-redes foi o melhor do Guimarães. Esteve muito concentrado e seguro e terminou a partida com três defesas, embora apenas uma a remate dentro da sua área.
  • Marega 5.9 – Voltou a marcar ao Sporting. O avançado fez três remates e enquadrou dois deles, e sofreu cinco faltas, sendo o jogador mais castigado em campo.
  • Hurtado 5.8 – O peruano esteve muito activo ao longo de toda a partida e terminou como o jogador com mais passes para ocasião, quatro, sendo três eles de bola corrida. Porém, pouco mais fez, e nem um remate registou na sua contabilidade.

Resumo💻

Pedro Tudela
Pedro Tudela
Profissional freelancer com 19 anos de carreira no jornalismo desportivo, colaborou, entre outros media nacionais, com A Bola e o UEFA.com.
GoalPoint

GRÁTIS
BAIXAR