Ojogo desta segunda-feira entre Suécia e Coreia do Sul, que os nórdicos venceram por 1-0, não foi especialmente bem jogado e fica, para já, registado pelos piores motivos. Até ao momento foi o encontro do Mundial 2018 com mais faltas assinaladas, nada menos do que 43, pulverizando o máximo que havia sido fixado em duas partidas.

GoalPoint-Suecia-Coreia-faltas-Facto-do-dia-Mundial-2018-1-infog
Clique para ampliar

Esses dois jogos foram o Croácia-Nigéria e o Marrocos-Irão, onde haviam sido cometidas 36 infracções. Desta vez foram mais sete. Se o jogo tivesse sido bom, ainda perdoávamos, mas assim, fica difícil.

Noutro registo, este também foi o segundo jogo desde o Mundial 1966 (a partir de quando passaram a existir estes registos) em que tivemos de esperar mais tempo para assistir a um remate. Marcus Berg fez o primeiro disparo em cima do minuto 20, e só em 2014, no Holanda-Costa Rica, foi necessário esperar mais tempo (20’59”).

O golo de Andreas Granqvist foi, também, o primeiro da Suécia num Mundial desde que Henrik Larsson marcou à Inglaterra, em Junho de 2006.

Confira todos os ratings e análise do Suécia 1 – 0 Coreia do Sul (link)