Terminada a fase de grupos da Taça das Confederações, é hora de olharmos para os números e de lhe trazermos os melhores da etapa inicial da competição. Recorrendo ao nosso algoritmo, GoalPoint Ratings, com o qual acompanhamos cada partida desta prova, fomos à procura daqueles que mais se destacaram até ao momento – e, como seria de esperar, há portugueses na luta por um lugar ao sol.

Os melhores portugueses

Embora leve apenas 166 minutos disputados e nem sequer tenha saído do banco no desafio com a Rússia, Ricardo Quaresma é o jogador português com a melhor nota até ao momento, 7.13, que o coloca, aliás, no segundo lugar do pódio de jogadores mais cotados. O extremo do Besiktas, que apontou um dos golos no empate diante do México, é o mais efectivo a cruzar como é seu timbre, e apresenta uma média por jogo de 2,2 passes para finalização, 1,6 remates enquadrados e 2,2 dribles bem-sucedidos.

O jogador português com a segunda melhor nota é o lateral Cédric Soares, que disputou apenas as duas primeiras partidas da fase de grupos. O jogador do Southampton, que também marcou ao México, tem uma média por jogo de 0,5 passes para finalização, 68 toques, 5,5 recuperações de posse, 3,5 desarmes e 2,5 alívios, o que lhe confere nota 6.62.

A completar o pódio lusitano surge o médio Bernardo Silva, com 6.55. A recém-contratação do Manchester City leva apenas 135 minutos na prova, é certo, mas foi tempo mais do que suficiente para já ter deixado a sua marca. Para além do golo apontado à Nova Zelândia, Bernardo Silva apresenta médias por jogo bastante interessante: 48 passes certos, 2,7 passes para finalização (top-5), 2,7 dribles eficazes (top-5), e umas surpreendentes 10,7 recuperações de posse.

“E Cristiano Ronaldo?”. Seguramente que fez esta pergunta ao olhar para a imagem em baixo. Acontece que o craque português do Real Madrid leva nota 6.23, apenas a 15.ª mais alta da prova. Vamos aos números por jogo: 2,2 remates enquadrados, 27,7 passes certos, 1,5 passes para finalização, 1,5 dribles eficazes e 0,4 ocasiões flagrantes desperdiçadas. Estas médias ajudam a explicar o facto de Ronaldo nem sequer figurar nos cinco melhores portugueses, apesar de ter sido eleito pela FIFA como o melhor em campo em cada um dos três jogos da fase de grupos.

GoalPoint-Confederations-2017-BestOf-GroupStage-Portugal
Clique para ampliar

Os melhores dos outros

Olhamos agora para a tabela geral, liderada por um jogador que Portugal está prestes a enfrentar: Arturo Vidal. O versátil médio chileno, do Bayern Munique, já leva um golo e apresenta ainda médias por jogo verdadeiramente impressionantes, tanto a atacar como a defender: 3,0 passes para finalização, 70 toques, 5,3 duelos aéreos ganhos, 4 recuperações, 4,7 desarmes (melhor até agora) e 1 remate enquadrado – números que justificam a sua nota, 7.30.

Logo abaixo de Ricardo Quaresma e a completar o pódio está o alemão Julian Draxler,  6.96. A somar ao golo apontado à Austrália e à assistência na partida com os Camarões, o jogador do Paris Saint-Germain apresenta números por jogo bastante interessantes: 3,5 passes para finalização (melhor até agora), 53,7 passes certos, 3,1 dribles eficazes (top-5) e 78,9 toques. E não podíamos deixar de mencionar Stefan Marinovic 6.95, o guarda-redes mais pontuado até ao momento na Taça das Confederações. Embora tenha “encaixado” oito golos, o guardião neo-zelandês do modesto SpVgg Unterhaching – que subiu ao terceiro escalão do futebol da Alemanha – conseguiu, em média, 6,7 defesas por jogo, de longe o melhor registo desta fase de grupos.

Para terminar, gostaríamos ainda de mencionar um outro “português”, o benfiquista Raúl Jiménez. O avançado mexicano, autor de um golo na vitória frente à Nova Zelândia, tem uma média por jogo de 1,6 remates enquadrados, 2,1 passes para finalização, 48,5 toques na bola, 1,1 dribles eficazes e 2,1 recuperações de posse. Com nota 6.24, Jiménez ocupa a 14.ª posição na lista de jogadores mais pontuados, à frente de, por exemplo, Cristiano Ronaldo…

GoalPoint-Confederations-2017-BestOf-GroupStage-Overall
Clique para ampliar

Números de todos os jogos

CONFEDERAÇÕES | J1STATGPRMVP
2-0
2-2
0-2
2-3

CONFEDERAÇÕES | J2STATGPRMVP
0-1
2-1
1-1
1-1

CONFEDERAÇÕES | J3STATGPRMVP
2-1
0-4
3-1
1-1