Taça | Seis jogadores que se podem mostrar

-

Avizinha-se mais um fim-de-semana de paragem na Liga NOS. Depois da selecção nacional ter cumprido o seu dever contra a Letónia, é agora altura de se entrar em “modo Taça”, enquanto se espera pelo regresso do campeonato.

Taça é sempre sinónimo de oportunidade. Aqueles jogadores que, por uma razão ou outra, não têm tido o tempo de jogo desejado, têm muitas vezes nesta prova a hipótese de se mostrar, e hoje escolhemos para si um lote de seis jogadores que podem e devem aproveitar a oportunidade.

Todos eles já deram indicações esta época de que podem estar à altura do desafio, e à partida terão esta semana mais uma oportunidade de “complicar” a vida aos seus técnicos.

Philipe Sampaio (Boavista FC)
GoalPoint Rating 
6.08

A dupla de centrais do Boavista é das mais consistentes do campeonato. Se o reforço Lucas começou a época com estrondo, Nuno Henrique tem vindo a mostrar a qualidade do costume, tal como já tinha feito a época passada, o que lhe valeu recentemente a presença no “onze” luso com melhor desempenho até à 10ª jornada.

Na sombra vai estando Philipe Sampaio. O brasileiro foi titular apenas uma vez esta época, num jogo em que Lucas cumpriu suspensão, e apesar de ter saído do Dragão com uma derrota por 3-1, demonstrou as qualidades que já tinha evidenciado no passado.

Nos 123 minutos que esteve em campo, o central registou uma média de quase 18 acções defensivas por 90 minutos, com a particularidade de não ter perdido nenhum dos cinco duelos aéreos defensivos que disputou. Uma excelente dor de cabeça para Miguel Leal.

Alan Ruiz (Sporting CP)
GoalPoint Rating 
6.20

Sporting CP | Alan Ruiz, "el mago" das bombas
Clique para ampliar

A infografica remete para a nossa análise à contratação de Alan Ruiz, no momento em que foi anunciada. O argentino trazia da Argentina números impressionantes que faziam “corar” Teo Gutiérrez e que o anunciavam como um dos melhores reforços leoninos para esta época.

No entanto, pelo menos para já, a opinião geral não é bem essa, apesar dos seus números na Liga NOS estarem longe de ser maus. Noutra análise recente mostrámos porquê, e a diferença do seu desempenho para André, na altura o escolhido de Jorge Jesus para fazer dupla com Bas Dost.

O que é certo é que Alan Ruiz ainda tem que fazer um pouco mais em campo, para ser falado por mais do que a cor do seu Ferrari. O Praiense pode ser a vítima ideal para o argentino se mostrar de forma mais evidente.

Hernâni (Vitória SC)
GoalPoint Rating 
6.31

O anúncio da sua contratação, já em cima do fecho do mercado, foi muito bem recebida em Guimarães. Os adeptos do Vitória ainda se lembram do Hernâni que encantou nos tempos de Rui Vitória no Berço, ao ponto de ser contratado pelo FC Porto.

Depois de uma época em que foi quase sempre suplente no Olympiacos de Marco Silva, um regresso a “casa” parecia a melhor opção, e Hernâni até nem começou mal. Um rating de 6.7 na estreia contra o Belenenses, e sobretudo a eleição como melhor do Vitória na “remontada” contra o Sporting pareciam confirmar as expectativas, mas Hernâni desapareceu do “onze” de Pedro Martins nos jogos seguintes.

Com a expulsão no último jogo, o homem que ocupava o flanco preferido de Hernâni, Moussa Marega, também se remeteu ao desaparecimento, e cabe agora ao luso-caboverdiano agarrar o lugar com “unhas e dentes”, começando já pelo jogo da Taça contra o Boavista.

Na próxima página, os outros três

GoalPoint
GoalPoint
O GoalPoint.pt é um site produzido pela GoalPoint Partners, uma start-up especializada em análise estatística de futebol, que oferece serviços dirigidos a profissionais, media, patrocinadores/anunciantes e adeptos.
GoalPoint

GRÁTIS
BAIXAR