Táctica: Sporting confia na velocidade

Os “leões” estão a melhorar de forma e o seu futebol de posse de bola, mas terão na velocidade uma das melhores armas para derrubar o visitante portuense no “clássico”.

Carrillo é o melhor marcador dos "leões" na Liga até agora com três golos (foto: J. Trindade)
Carrillo é o melhor marcador dos “leões” na Liga até agora com três golos (foto: J. Trindade)

Um dos grandes “clássicos” Liga portuguesa, entre duas grandes equipas. Do lado lisboeta o Sporting CP, formação que dos últimos quatro jogos vem de três empates e uma vitória. O treinador Marco Silva terá neste encontro uma prova de fogo, sendo que os portistas já não ganham aos “leões” há seis épocas, desde 2008.

“Onze” inicial

 

O onze provável de Marco Silva para este clássico
O onze provável de Marco Silva para este clássico

Com um sistema táctico assente num 1-4-3-3 o Sporting deverá manter os princípios gerais do seu jogo, com a grande novidade a ser a continuidade de João Mário no “onze” inicial. A defesa deverá incluir o regresso de Jefferson à titularidade, Maurício e Sarr como centrais e com Cédric a fazer o corredor direito. William continuará a ser o médio mais defensivo do Sporting, enquanto Adrien deverá jogar de novo como médio-ofensivo-centro no apoio a Slimani. Nas alas aparecerão Carrillo e Nani, sendo que o primeiro deverá iniciar o jogo do lado esquerdo.

Outras possibilidades poderão ser a titularidade de Capel numa das extremas ou ainda a aposta em Jonathan Silva à frente de Jefferson, de forma a dar boa consistência defensiva ao lado esquerdo leonino.

Ponto forte: transição-relâmpago

 

POSICIONAMENTO 1(19)
Sporting aposta na transição rápida

Como grande ponto forte este Sporting tem a sua transição defesa-ataque. Com um meio-campo recheado de jogadores com uma excelente qualidade de passe e com dois extremos muito rápidos, Marco Silva poderá defender com um bloco mais baixo e em contenção, de forma a permitir ao Porto mobilizar mais jogadores no seu momento ofensivo e, dessa forma, estar mais desprotegido. Slimani é um ponta-de-lança bom para actuar como jogador-alvo, contudo deverá tentar fugir um pouco mais à marcação e receber a bola num dos corredores onde não estarão os alas “azuis-e-brancos”. Caso este jogador receba e segure a bola, é apenas questão de esperar pelo ataque de segunda-vaga, com os extremos e médios a fazerem movimentações muito rápidas e verticais. João Mário garante uma inteligência de jogo e criatividade muito grandes aos “leões”, e tem também a vantagem de ser um dos atletas em campo com melhor qualidade de passe de rotura.