GoalPoint-Tottenham-Chelsea-English-Premier-League-201819-Ratings
Clique para ampliar
GoalPoint-Tottenham-Chelsea-English-Premier-League-201819-MVP
Clique para ampliar
GoalPoint-Tottenham-Chelsea-English-Premier-League-201819-90m
Clique para ampliar

O Tottenham recebeu e bateu o Chelsea por 3-1 no dérbi de Londres realizado no Estádio de Wembley. Os “spurs” determinaram, assim, a primeira derrota da época aos “blues” na Premier League, aproveitando esse facto para ultrapassar o seu rival na tabela e atingir o terceiro lugar, atrás de Manchester City e Liverpool – que também venceram este sábado.

O triunfo dos homens da casa peca, aliás, por escasso, dadas as muitas oportunidades que criaram e desperdiçaram, três delas flagrantes. Apesar do domínio territorial dos comandados de Sarri e da maior eficácia de passe – como é habitual nas equipas do italiano -, a verdade é que os “spurs” foram sempre mais perigosos, como atestam os nove remates enquadrados em 18, ou seja, 50% dos seus disparos. O Chelsea apenas acertou dois na baliza, em 13 tentativas.

O melhor em campo acabou por ser o dinamarquês Christian Eriksen, com um GoalPoint Rating de 8.0. O criativo somou duas assistências, criou duas ocasiões flagrantes em sete passes para finalização e acertou 89% dos passes que realizou, num encontro marcado por outras curiosidades. Entre elas o facto de Dele Alli, autor do 1-0, ter atingido a marca de seis golos nos últimos cinco jogos que realizou ante o Chelsea em todas as competições; mas também Harry Kane deixou a sua marca, ao marcar o seu 25º golo (o 2-0) em dérbis de Londres; enquanto Olivier Giroud soma agora 20 tentos como substituto, marca apenas suplantada pelos 24 de Germain Defoe.