O

banco e o talento de Arkadiusz Milik (aposta GoalPoint) fizeram a diferença na vitória da Polónia sobre a Ucrânia por 1-0. Mais dominadores e perigosos durante toda a partida, os ucranianos pecaram por ineficácia e abandonam o Euro 2016 com zero pontos e sem qualquer golo marcado.

Ucranianos começam por cima

Foram dos polacos as duas primeiras oportunidades do encontro (Milik e Lewandowski), mas a partir dos dez minutos a Ucrânia assumiu o controlo da partida e apostou forte no ataque. Os extremos YarmolenkoKonoplyanka lideraram a ofensiva ucraniana e foram deles as melhores ocasiões de golo.

As equipas retornavam contudo aos balneários empatadas a zero apesar do domínio ucraniano quantificável:

  • 82% de eficácia de passe contra apenas 67% dos polacos;
  • 66% de posse de bola dos “azuis e amarelos” contra 34% do adversário.

Substituição de efeito imediato

Insatisfeito com o desempenho da sua equipa, Adam Nawalka fez entrar Kuba Blaszczykowski para o lugar de Piotr Zielinski logo aos 46 minutos. A troca não podia ter sido mais certeira. Nove minutos depois, o jogador da Fiorentina inaugurou o marcador com um excelente remate de pé esquerdo na sequência de um canto.

A Ucrânia não acusou o toque (leia-se golo) e conseguiu, ainda assim, aumentar o domínio que apresentara no primeiro tempo (mais remates, mais posse, mas eficácia de passe e mais duelos ganhos), mas a falta de eficácia foi decisiva para terminar o torneio averbando a terceira derrota.

O avançado Arkadiusz Milik, após uma última partida de desperdício (frente à Alemanha), redimiu-se frente à Ucrânia e somou um GoalPoint Rating de 6.5. Destaque para a assistência para o golo mais dois passes para ocasião, dois desarmes e uma eficácia de passe elevada para um avançado (85%).

Factos Estatísticos GoalPoint:

  • Este foi o oitavo encontro entre a Ucrânia e a Polónia, sendo o primeiro em fases finais. Com a vitória de hoje os polacos equilibraram a contenda com três vitórias “vermelhas”, dois empates e três derrotas.
  • Aos 18 minutos de jogo a Ucrânia já contava com cinco remates – mais do que durante todo o jogo frente à Alemanha.
  • Frente à Grécia em 2012, Robert Lewandowski marcou aos 17 minutos na sua estreia numa fase final de um Europeu. Desde então o avançado não marca ou assiste há 523 minutos na prova.
  • Já passaram 479 minutos em fases finais de um Europeu, desde que Shevchenko foi o autor do último golo marcado pela Ucrânia – no Euro 2012 frente à Suécia.

Com esta derrota a Ucrânia, que já estava já praticamente eliminada antes desta partida, fecha a sua participação no Europeu no quarto lugar deste grupo com zero pontos e zero golos marcados (contra cinco sofridos).

Os polacos ficam com o mesmo número de pontos da Alemanha (que venceram Irlanda do Norte por 1-0), mas permanecem na segunda posição devido à diferenças de golos (tem menos um tento marcado). Nos oitavos-de-finala Polónia irá defrontar a Suíça (que ficou em segundo posto no grupo A).

GoalPoint | Ucrânia vs Polónia | Ratings | Euro 2016
Clique para ampliar
GoalPoint | Ucrânia vs Polónia | Primeira Parte | Euro 2016
Clique para ampliar
GoalPoint | Ucrânia vs Polónia | 2 Parte | Euro 2016
Clique para ampliar
GoalPoint | Ucrânia vs Polónia | MVP | Euro 2016
Clique para ampliar