O FC Porto cumpriu na Choupana, em jogo referente à 9ª jornada e que havia sido adiado devido ao mau tempo. O nevoeiro voltou a ameaçar, mas não desceu nem toldou o discernimento do “dragão”, que venceu por 4-0 e está a dois pontos do líder Sporting CP. Os dez remates para cada lado disfarçam, à primeira vista, o total domínio dos portistas nesta partida, e no fim acabou por imperar a lógica e a maior qualidade dos visitantes no ataque.

Liga NOS 2015/16 - J7 - União vs Porto - Ratings
Clique na infografia para ampliar (infografia: GoalPoint)

Aos 22 minutos já o FC Porto ganhava por 3-0, golos de Hector Herrera (12′), Yacine Brahimi (14′) e Jesus Corona (22′), numa altura em que os “azuis-e-brancos” dominavam com mais de 75% de posse, quatro remates, para apenas uma tentativa de um União demasiado frágil. Destaque para os laterais do FC Porto, Miguel Laýun e Maxi Pereira, que no final conseguiram três assistências para golo (duas e uma, respectivamente). Julen Lopetegui apresentou mexidas no “onze”, com a inclusão de Herrera, Corona e Osvaldo a surpreenderem, mas a verdade é que não foi preciso acelerar muito o jogo para chegar a números gordos. Osvaldo viu vermelho directo aos 74 minutos, mas tal não impediu a equipa de terminar com 69% de posse, 87% de eficácia de passe, quatro assistências (em sete passes para ocasião) e seis remates enquadrados.

Brahimi para não destoar

O flanco esquerdo do FC Porto esteve verdadeiramente endiabrado. Como já referimos, Miguel Layún fez duas assistências para golo, chegando já à quarta nesta Liga NOS. Foi o segundo melhor em campo conforme a análise GoalPoint Ratings, com 6.7. Melhor só mesmo o homem do costume, que actuou à sua frente, Brahimi, com 7.6, fruto de um golo em três remates, uma assistência, dois passes para ocasião, dois dribles com sucesso em três e 100% de eficácia nos desarmes (dois).

Do lado do União o destaque vai para Diego Galo, defesa-central que, apesar dos quatro golos que a sua equipa sofreu, somou 5.3 no GoalPoint Ratings, pois ganhou os três duelos que disputou e ainda realizou quatro intercepções.

Nota: Os GoalPoint Ratings resultam de um algoritmo proprietário desenvolvido pela GoalPoint que pondera exclusivamente o desempenho estatístico dos jogadores ao longo da partida, sem intervenção humana. Clique para saber mais.

> NA PRÓXIMA PÁGINA: O JOGO COMO O VIMOS, MINUTO A MINUTO