GoalPoint-Uruguay-France-WC2018-Ratings
Clique para ampliar
GoalPoint-Uruguay-France-WC2018-MVP
Clique para ampliar
GoalPoint-Uruguay-France-WC2018-90m
Clique para ampliar

O sonho do carrasco de Portugal terminou. A França bateu o Uruguai por 2-0 e está nas meias-finais do Campeonato do Mundo. A formação gaulesa dominou territorialmente, ante uma formação sul-americana que tentou aplicar o seu estilo de coesão defensiva e de rigor ofensivo. Porém, sem o lesionado Edinson Cavani, os uruguaios não foram eficazes no ataque, ao contrário da França, que marcou nos dois remates enquadrados que conseguiu.

A primeira parte foi extremamente competitiva, entre duas equipas com argumentos muito distintos. O Uruguai é conhecido – e demonstrou-o contra Portugal – por esperar pelos seus adversários e voltou a fazê-lo contra a França, registando apenas 39% de posse de bola, mas mais remates e enquadrados (7-4, contra 6-1 dos gauleses). Esse maior perigo sul-americano deu a Hugo Lloris o melhor rating do primeiro tempo, com 6.5, fruto de quatro defesas, uma delas estupenda.

Na frente, porém, os franceses mostraram mais eficácia, com Raphael Varane a fazer o único golo do primeiro tempo, de cabeça, na sequência de um livre apontado por Antoine Griezmann da direita.

Fernando Muslera borrou a pintura aos 61 minutos. Um forte remate de Griezmann encaminhou-se para as mãos do guarda-redes uruguaio, mas Muslera parecia ter mãos de manteiga e deixou o esférico escapar para o fundo das redes. Estava feito o 2-0, um golo que “matou” a crença uruguaia e deu maior tranquilidade aos gauleses. Os sul-americanos estavam a tentar reagir, mas perderam de imediato o controlo da situação, pelo que os gauleses controlaram o jogo até final, terminando com 61% de posse de bola e os mesmos 11 remates que os uruguaios.

O melhor em campo foi a estrela gaulesa, Antoine Griezmann. O atacante do Atlético de Madrid realizou a assistência para o golo de Varane, fez o 2-0, e ainda três passes para finalização, dois dribles eficazes e cinco desarmes, o máximo do jogo – terminou com um GoalPoint Rating de 7.7.

GPR-contest-World-Cup-2018-leaderboard-1