Uruguai 🆚 Portugal | Sem espaço para vacilar 💪

-

Em Patrício e Ronaldo confiamos

A defesa e o ataque são, indubitavelmente, os sectores que definem melhor o futebol do Uruguai. Acreditamos que será aqui, mais do que no meio-campo, que as individualidades farão a diferença – em termos tácticos a conversa é outra. Por isso mesmo, olhámos para seis duelos, três lá atrás, dois à frente e apenas um no “miolo”,
à luz dos números de os intervenientes somaram no Mundial, até agora
. E é caso para dizer que, tirando Rui Patrício e Cristiano Ronaldo, a Selecção nacional de melhorar sobremaneira a forma individual de alguns jogadores.

Nesta galeria pode percorrer os seis duelos individuais do Uruguai – Portugal.

  • Rui Patrício ou Fernando Muslera? O guardião que se tornou no uruguaio com mais jogos em Mundiais (14) ainda não sofreu golos, mas tal deve-se ao facto de a sua selecção quase não consentir remates enquadrados. Assim, tem menos defesas que o português, apesar de uma eficácia superior nas diversas variáveis. Mas atenção: Ronaldo marcou sempre a Muslera, nos jogos em que ambos se defrontaram…
  • O parceiro de defesa, José Giménez, também joga no Atlético, pelo que se entende assim o excelente entendimento entre ambos – e os seis remates enquadrados, apenas, que a equipa consente. Neste Mundial regista o segundo rating mais elevado, um 9.7, somando já um golo, e evitamos olhar muito para o comparativo com José Fonte, que só “ganha” nos alívios. O jovem central somou um dos ratings mais elevados no torneio, mas o facto de regressar de lesão neste jogo poderá influenciar a sua forma, a confirmar.

  • No meio-campo, a atenção de Portugal deverá recair sobre Rodrigo Bentancur, o homem que organiza todo o jogo uruguaio. João Moutinho não fica a perder muito na comparação, mas o sul-americano oferece uma capacidade de desequilíbrio mais efectiva, ao mesmo tempo que não descura as tarefas defensivas.
  • Gonçalo Guedes ainda não mostrou neste Mundial a forma patenteada ao serviço do Valência e, apesar de ter sido o mais utilizado como parceiro de Ronaldo, o comparativo com o parceiro de Suárez surge como um pouco injusto. Ainda assim, serve o presente para alertar Portugal para o perigo de Edinson Cavani, que leva já 13 remates, um golo e seis dribles eficazes. Os remates enquadrados na grande área dão alento a Portugal.
  • A comparação que fazemos é com Luis Suárez, que leva sete golos pelo Uruguai em fases finais da competição, e nesta edição já soma dois. Nada comparado com os quatro tentos de Ronaldo, que é o segundo jogador com mais remates neste Mundial, apenas atrás de Neymar, e apresenta números de grande nível nos disparos enquadrados e ocasiões flagrantes convertidas.

Este sábado, às 19h00, não perca o acompanhamento de todas as incidências, a análise e as estatísticas deste e de todos os jogos do Mundial 2018 no sítio do costume, aqui no GoalPoint. 

GoalPoint
GoalPoint
O GoalPoint.pt é um site produzido pela GoalPoint Partners, uma start-up especializada em análise estatística de futebol, que oferece serviços dirigidos a profissionais, media, patrocinadores/anunciantes e adeptos.