Entradas, saídas, rumores. Acompanhe neste artigo residente todas os comparativos e todas as informações GoalPoint acerca das mais importantes movimentações do mercado de futebol, nacional e internacional.

Outros artigos recomendados, em actualização ao longo da época:
🔗 O top das transferências 18/19
🔗 O top das transferências na Liga NOS 18/19

15 de Janeiro

Neto pode reforçar “leão” em 2018/19

O jornal Record avança na edição desta terça-feira que o Sporting estará interessado no internacional português Luís Neto. O defesa-central, de 30 anos, está na sua sétima temporada nos russos do Zenit de São Petersburgo, interrompida apenas por um empréstimo aos turcos do Fenerbahçe em 2017/18, e termina contrato no final desta época. É neste contexto que surge o “leão”, alegadamente interessado em fazer regressar o jogador a Portugal a custo-zero, para a próxima temporada.

GoalPoint-Luis_Neto_2018_vs_Jérémy_Mathieu_2018-1-infog
Clique para ampliar

Neto tem sido bastante utilizado no Zenit em 2018/18, apresentando alguns números defensivos muito interessantes. A ausência de golos ou assistências acaba por afectar um pouco o seu rating, mas no resto, as estatísticas não mentem sobre a boa forma do português, com destaque para a facilidade no desarme e nas intercepções, com a segurança no passe a contribuir para uma maior consistência no jogo do central.

Sporting tenta Kévin e Borja para lugar de Acuña

A imprensa insiste novamente esta terça-feira na possibilidade de Marcos Acuña sair do Sporting, desta feita rumo ao Zenit (Rússia), por uma verba a rondar os 20 M€. Não admira por isso que os “leões” sejam também referidos como (ainda mais) interessados num defesa-esquerdo. Os nomes apontados são os de Kévin Rodrigues (Real Sociedad) e Cristian Borja (Toluca). Eis os números que apresentam, comparados com os do argentino.

O luso-francês Kévin joga na Liga espanhola, mas soma apenas 454 minutos jogados, não tendo sido primeira opção em diversos jogos e vendo-se mais recentemente afastado das escolhas por lesão. Apesar da intermitência, o lateral de 24 anos, nascido em Bayonne (França), tem o passe avaliado em cerca de 5 M€ e já soma três internacionalizações por Portugal. Ainda segundo a imprensa desportiva, o ingresso de Kévin nos “leões” estará bem encaminhado, tanto com o clube como com o jogador.

Já o colombiano Cristian Borja (25 anos) alinha na Liga mexicana (para onde se mudou recentemente o ex-alvo leonino, Stephen Eustáquio), onde cumpriu os 17 jogos do Apertura 18/19 pelo Toluca, sétimo classificado, tendo o passe avaliado em cerca 2 M€. Eis um vídeo com alguns momentos de Borja, quando ainda alinhava pelos colombianos do Santa Fé. Borja integrou, em 2016, a selecção colombiana que participou nos Jogos Olímpicos.

 

14 de Janeiro

Imprensa belga coloca Porto na pista de Fellaini

Segundo os belgas do Het Nieuwsblad o FC Porto pode estar no encalço do experiente médio-defensivo Marouane Fellaini. Aos 31 anos, e após a saída do United do treinador (José Mourinho) que contava com ele muitas vezes para “todo o serviço” e como “arma secreta”, o belga estará insatisfeito e disponível a rumar a outras paragens.

Clique para ampliar

O eventual “quick fix” portista que decorre deste rumor pode fazer algum sentido, visto que os comandados de Sérgio Conceição enfrentam um calendário bem preenchido nos próximos tempos, ao mesmo tempo que Danilo Pereira voltou a dar sinais mistos em Alvalade: por um lado mostrou novamente a sua inquestionável qualidade, por outro voltou a deixar dúvidas quanto à sua disponibilidade física para enfrentar a fase “quente” da época. Apesar do rumor Fellaini poderá ser apenas mais um nome para eventualmente suprir esta preocupação, sendo que a mesma publicação refere outros concorrentes ao concurso do belga, entre os quais o Milan e o Guangzhou (China).

 

11 de Janeiro

David Luiz pode regressar à casa de partida

A imprensa brasileira revelou que David Luiz poderá estar a pensar num regresso ao Benfica, já no início da próxima época. Segundo os relatos, que se baseiam na possibilidade de o defesa-central reforçar o Palmeiras já em Janeiro, o jogador do Chelsea – clube com o qual termina contrato em Junho de 2019 – estará a ponderar um regresso ao Estádio da Luz, clube que o lançou na alta-roda europeia, quando expirar o vínculo com os “blues”, com o objectivo de terminar a carreira na “águia”. Após o regresso de Pepe ao FC Porto, poderemos estar perante mais um retorno de um central que deixou marca num dos “grandes”.

GoalPoint-David_Luiz_2018_vs_Rúben_Dias_2018-infog
Clique para ampliar

David Luiz está a ser um dos jogadores mais utilizados por Maurizio Sarri, técnico dos londrinos, após uma época passada em que esteve longe das principais opções de Antonio Conte. Em 2018/19, David Luiz tem estado em bom plano, apresentando um excelente rating para um defesa-central na Premier League inglesa (o sexto mais elevado), já com um golo e uma assistência. Num comparativo com Rúben Dias, o destaque vai, contudo, para a superioridade do português na eficácia nos duelos aéreos defensivos.

 

Sporting perto de fechar Doumbia

Não se trata de um regresso de Seydou Doumbia, avançado que representou o “leão” na época passada, mas sim de um médio-defensivo, que joga no Akhmat Grozny (já passou pelo Anderlecht), emblema conhecido por Terek Grozny até 2017, antes de mudar de nome. Segundo o jornal A Bola, Idrissa Doumbia, médio-centro que pode jogar também a médio-defensivo, está muito perto de assinar pelo emblema de Alvalade, a troco de €2,5M.

GoalPoint-Idrissa_Doumbia_2018_vs_Nemanja_Gudelj_2018-infog
Clique para ampliar

Doumbia é um costa-marfinense de 20 anos, que esta época tem jogador preferencialmente a médio-centro, mas com algumas utilizações na posição mais recuada do terreno e até uma a ponta-de-lança (!). Tendo em conta as necessidades do Sporting para colmatar a lesão grave contraída por Rodrigo Battaglia, será sem surpresa que, caso o negócio se conclua, o jovem médio seja uma aposta para médio-defensivo, pelo que o comparativo que apresentamos é com Nemanja Gudelj. O sérvio é, tal como Idrissa, um médio-centro, mas que esta temporada tem jogado à frente dos centrais. Não espanta, portanto, que ambos apresentem números muito semelhantes, com excepção para a aparente inabilidade de Doumbia em rematar de fora da área com regularidade.

Mais mercado nas próximas páginas