A Liga NOS 2017/18 terminou, pelo que a hora é de balanços e análises sobre os desempenhos das equipas e, em particular, dos jogadores. Passadas 34 jornadas assistimos a exibições individuais de grande nível, algumas esporádicas, outras integradas numa regularidade transversal a toda a temporada. São estes últimos casos que nos interessam em particular, para a eleição dos melhores jogadores do campeonato português que agora findou.

Ao longo de dez meses analisámos todos os minutos de todas as exibições da totalidade dos jogadores da Liga NOS, com base em certa de 200 variáveis. Uma dissecação completa de tudo o que foi feito em campo num campeonato exigente e que, como é natural, teve protagonistas que deixaram a sua marca em diversos momentos e detalhes do jogo. Neste artigo, apresentamos três jogadores que se destacaram para além dos demais. A Revelação do Ano – um jogador que brilhou intensamente na sua primeira temporada na Liga NOS; o Melhor Português da prova; e o Jogador do Ano da Liga NOS 2017/18.

1. Revelação do Ano: Bruno, o “bombardeiro”

Para muitos, aquele que foi a melhor contratação da temporada na Liga NOS, algo que o seu desempenho confirma em absoluto. Bruno Fernandes foi adquirido no Verão à Sampdória, por €9,7 milhões, e teve impacto imediato e forte no futebol do “leão”, com algumas exibições e golos muito importantes no grande arranque de temporada do Sporting. Para relembrar, o médio fez cinco golos nas primeiras seis jornadas da Liga 2017/18, quatro deles em remates de fora da área. E essa é uma característica especial de Bruno Fernandes.

GoalPoint-Melhor-Revelacao-Liga-NOS-201718-Bruno-Fernandes-Sporting-1-infog
Clique para ampliar

O médio português terminou a temporada com o sétimo rating mais elevado, mas foi de longe o estreante com melhor desempenho – o segundo, Marcos Acuña, também do Sporting, aparece na posição 18. Mas onde é que Bruno de destacou esta temporada? Em especial no remate e na construção de lances de perigo para os seus companheiros de equipa.

O “camisola 8” terminou como o segundo jogador com mais remates de fora da área, 56, apenas atrás de João Novais, do Rio Ave, que fez 69. E também o segundo com mais golos através de “bombas” de longa distância, cinco, novamente atrás do vilacondense (6). Quase metade dos tentos de Bruno Fernandes foram, assim, marcados com disparos de longe, do total de 11 com que o médio terminou a temporada. Mas o internacional luso esteve também muito bem a oferecer golos, contando com um total de oito assistências, e é, dos jogadores leoninos, aquele que mais ocasiões flagrantes criou para os companheiros de equipa, nada menos que 11. Na soma entre golos e assistências, Bruno Fernandes teve uma influência ofensiva de 30% em todos os tentos sportinguistas.

A consistência de Bruno Fernandes está expressa também na quantidade de vezes em que foi o MVP dos jogos com o Sporting, com base nos nossos GoalPoint Ratings. Ao longo da temporada foram nada menos que nove, ficando apenas atrás das 11 de Jonas nas partidas do Benfica. Quanto aos nossos “onzes” da jornada, o médio integrou-as em 12 ocasiões, só sendo batido pelas 14 de Alex Telles. E integrou ainda cinco “onzes” do mês, sendo o melhor jogador de Agosto. Uma campanha à prova de crítica por parte do jogador português.

GoalPoint-Guimaraes-Sporting-LIGA-NOS-201718-MVP
Clique para ampliar

Por duas vezes, Bruno Fernandes registou um rating de 8.3, à terceira e à 15ª jornadas. Precisamente na terceira, na goleada do Sporting em Guimarães, o médio fez dois golos em quatro remates, três deles enquadrados. Dois tentos através do seu famoso pontapé de meia-distância.

Veja ou reveja um dos tentos de Bruno Fernandes nessa partida no D. Afonso Henriques:

Na próxima página: o Melhor Português