Marítimo 🆚 Benfica | Águia perdulária voa rumo ao título

-

O Benfica foi ao Funchal vencer o Marítimo por 3-0, em jogo da 24ª jornada da Liga bwin. Um resultado muito importante para as “águias”, pois acontece precisamente na ronda antes de os dois mais directos perseguidores, Braga e Porto, se defrontarem na Pedreira. Os “encarnados” dominaram amplamente, criaram muitos lances de perigo, mas falharam ainda mais, inclusive uma grande penalidade, por João Mário. O médio acabaria por se redimir na segunda parte com um golo, sendo os outros dois da autoria de David Neres.

GoalPoint-2023-03-12-Maritimo-Benfica-Liga-Bwin-202223-Ratings

Muito domínio e pouca pontaria

O jogo começou repartido, com o Marítimo a conseguir equiparar-se na pressão. Porém, aos poucos, os “encarnados” começaram a assentar o seu jogo e a empurrar os insulares para a sua grande área, criando diversos lances de perigo, vários com João Mário como protagonista. O médio, porém, esteve perdulário, mas também Aursnes e Gonçalo Ramos, os dois com flagrantes falhadas. Ambas no mesmo lance, que acabou por dar penálti para as águias, por falta de René Santos sobre o norueguês. Contudo, João Mário atirou por cima na conversão do castigo máximo.

Cláudio Winck fez um grande trabalho, aos 31 minutos, e mancou um golo de antologia, mas o lance foi anulado por fora-de-jogo e, pouco depois, foi Marcelo Carné a evitar um tento quase feito de David Neres. Porém, o brasileiro e também João Mário, redimiram-se já nos descontos. O português entrou na área pela direita, cruzou e Neres só teve de encostar para o 1-0, consumando uma grande superioridade benfiquista, à qual faltava pontaria.

O MVP era Fredrik Aursnes. Incrível a exibição do norueguês que esteve em todo o lado, sempre com elevadíssima qualidade. Criou uma ocasião flagrante em três passes para finalização, completou incríveis seis de sete tentativas de drible, sofreu falta para penálti e somou o máximo de recuperações de posse. O seu GoalPoint Rating de 7.4 teria sido ainda mais alto não tivesse falhado uma flagrante.

O segundo tempo começou com o segundo golo benfiquista. Aos 51 minutos, Grimaldo fugiu pela esquerda, cruzou, Gonçalo Ramos – nem Carné – não foram à bola e esta chegou aos pés de João Mário que, ao segundo poste e de ângulo apertado, atirou a contar. E aos 57 o 3-0, com Neres a bisar, após um grande lance colectivo e assistência de calcanhar de Grimaldo.

O jogo ficava praticamente decidido e o ritmo baixou a partir daqui. Os insulares perceberam que pouco ou nada podiam fazer para inverter o rumo dos acontecimentos e como que baixaram os braços. Assim o encontro encaminhou-se vagaroso para o seu fim, com mais um importante triunfo para as “águias”. Até final destaque para as estreias de Andreas Schjelderup e Casper Tengstedt.

[ Grimaldo (3) e Aursnes (8) no jogo à parte ]

GoalPoint-2023-03-12-Maritimo-Benfica-Liga-Bwin-202223-pass-network

MVP GoalPoint: Fredrik Aursnes 👑

Que jogo do norueguês. Aursnes foi o corpo, alma e cérebro de todo o futebol benfiquista, deixando a sua forte marca em praticamente todos os momentos do jogo, a defender, a atacar, a organizar. O médio pode ser alto e loiro (aparentemente…), mas de tosco tem pouco. É inteligente, tem visão e técnica, o que o ajudou a terminar o jogo como melhor em campo, com um rating de 8.0. Ao todo criou duas ocasiões flagrantes em quatro passes para finalização, somou o máximo do jogo de passes completos (56) e tentados (64), fez dez progressivos e dois super progressivos, registou seis acções com bola na área contrária, completou seis de oito tentativas de drible (também máximos), sofreu falta para grande penalidade e acumulou nove recuperações de posse, um dos máximos. Patrão em campo inteiro. Viu um amarelo que o afasta da recepção ao Vitória de Guimarães.

Outros Ratings 🔺🔻

Destaques do Marítimo

Marcelo Carné 7.8

A pressão benfiquista foi intensa, pelo que o guardião maritimista teve muito trabalho. Terminou com sete defesas, todas a remates na grande área, duas a disparos a menos de oito metros, e evitou 1,5 golos (defesas – xSaves).

Riascos 5.6

O colombiano jogou pouco mais de meia-hora e foi dos melhorzinhos dos insulares, com um passe para finalização e cinco recuperações de posse.

Destaques do Benfica

David Neres 7.6

Por vezes não se dá por ele, mas lá está o brasileiro com arrancadas e movimentos de ruptura, ao que neste jogo juntou dois golos. Neres foi o mais rematador do encontro, com seis disparos, três enquadrados, somou o máximo de passes progressivos recebidos (10), bem como de acções com bola na área contrária (8). A flagrante falhada corta-lhe a nota.

Grimaldo 7.3

Mais um jogão do espanhol. O passe que redundou no 2-0 acabou por não contar como assistência, pois a bola sofreu um desvio, senão seriam duas. No 3-0 fez a entrega de calcanhar para o golo de Neres, registando ainda nove passes ofensivos valiosos, dois cruzamentos eficazes em cinco, nove recuperações de posse, quatro acções defensivas no meio-campo contrário e três bloqueios de passe/cruzamento.

Bah 7.1

O dinamarquês esteve sólido, somando uma ocasião flagrante criada em dois passes para finalização, quatro duelos aéreos ganhos em cinco e máximos de acções defensivas no meio-campo contrário (5) e desarmes (6). De negativo os valores mais altos de passes (16) e passes de risco (6) falhados, e de perdas de posse (24).

Otamendi 6.5

A sua leitura de jogo é exímia, o que lhe permite antecipar jogadas adversárias e cortá-las. O argentino rematou duas vezes, ambas enquadradas, ganhou sete de nove duelos aéreos e acumulou excelentes quatro bloqueios de remate (máximo). 

Chiquinho 6.5

Nota-se cada vez mais a tentativa do médio em integrar-se mais nos momentos de finalização. Esteve muito bem no passe, com dois para finalização e um para ocasião flagrante, completou 42 de 45 entregas (93%) e registou seis ofensivos valiosos, além de dois super progressivos.

Florentino 6.3

Bem defensivamente o “trinco”, que somou nove recuperações de posse, cinco desarmes e quatro intercepções (um dos máximos).

Gonçalo Ramos 6.3

Desta feita mão marcou, mas o avançado criou uma ocasião flagrante em dois passes para finalização, acumulou sete acções com bola na área contrária e ganhou dois de quatro duelos aéreos ofensivos.

João Mário 4.9

Nota negativa para o médio benfiquista, apesar de ter marcado um golo e feito uma assistência. É que João Mário desperdiçou duas ocasiões flagrantes, incluindo uma grande penalidade.

Pedro Tudela
Pedro Tudela
Profissional freelancer com mais de duas décadas de carreira no jornalismo desportivo, colaborou, entre outros media nacionais, com A Bola e o UEFA.com.